03/11/2014

Promotores da comunhão

por Antônio de Pádua Costa de Almeida

O maior desejo do nosso coração deve ser a santa comunhão, com o Altíssimo e com os irmãos, encontrando n’Ele a nossa esperança e consolação.

Como Igreja, nós geramos a verdadeira alegria quando vivemos unidos a Deus e entre nós em plena harmonia. O maior desejo do nosso coração deve ser esta santa comunhão, com o Altíssimo e com os irmãos, encontrando n’Ele a nossa esperança e consolação. Esta é a via do amor que nos indica a Santíssima Trindade, revelada por Jesus, para alcançarmos a necessária unidade, fazer sempre o bem aos outros com sincera gratuidade.

Supliquemos ao Senhor que nos dê um coração, como o d’Ele, empenhado em construir com as pessoas laços de amor, para reconciliá-las com o Criador. Invoquemos nossa mãe, Maria Santíssima, para que, assim como ela, possamos contribuir para que todos vivam unidos, encontrando para suas vidas, em Jesus, o verdadeiro sentido.

É na nossa íntima união com Cristo que somos capacitados a unir as pessoas em torno do bem, como o Pai deseja, por obra do Seu Espírito. Portanto, tornemo-nos, pela oração, missionários da comunhão.

Que Deus lhe abençoe e Maria lhe guarde!

10687050_799037130149194_1282265722119009617_n

(Cf. Fl 2,1-4; Sl 130,1-3; Lc 14,12-14)

Compartilhe aqui seus comentários, os frutos da sua oração com a Palavra de Deus.

1 Comentário
  1. Juan Erick, smsb disse:

    No mundo onde sua linguagem é o individualismo e egocentrismo, ou as relações são marcadas por um exclusivismo discriminatório; aprendemos inconscientemente, ou melhor, deixamos de ver no próximo a figura de um irmão, de um filho de Deus. Apesar de qualquer dificuldade de relacionamento ou aceitação, esta Liturgia nos convida a superar as nossas dificuldades e perceber no outro a sua importância e real valor. Nós não fomos criados para vivermos isolados mas sim para vivermos em comunhão: com Deus e com os irmãos. Precisamos dar testemunho para o mundo entorpecido, que a verdadeira felicidade está em viver na unidade, ter a convicção que o outro é mais importante.Como o autor nos indica neste texto acima, “tornemo-nos, pela oração, missionários da comunhão”; ensinando os nossos irmãos a viver no amor sincero e constante.

Deixe o seu comentário!

Cancelar Resposta

Lojinha Boa Semente Faça seu Pedido: (88) 9 9772-3677

(88) 9.9693-0101 Notoris - Agência Digital