13/10/2017

Imagem de Nossa Senhora Aparecida recebe a coroa jubilar dos 300 anos

Inauguração da cúpula do altar central da Basílica foi outro momento marcante da celebração de coroação

Jéssica Marçal
Enviada a Aparecida (SP)

A coroação da imagem de Nossa Senhora Aparecida com a Coroa Jubilar foi um dos grandes marcos das celebrações pelos 300 anos do encontro da imagem. A celebração realizada na noite desta quarta-feira, 11, no Santuário Nacional de Aparecida, também foi marcada por outro momento especial: a inauguração da cúpula central do Santuário. Presente na celebração o representante do Papa Francisco para a ocasião, o Cardeal Giovanni Battista Re.

Na celebração, foi contada a história do encontro da imagem nas águas do rio Paraíba do Sul, por meio de várias coreografias especiais preparadas para a ocasião. Em um dos momentos, foi realizada a entrada das bandeiras dos 26 estados brasileiros e das respectivas porções de terra, da qual foram retiradas outras pequenas porções para a confecção da coroa jubilar. Após a entrada das bandeiras, o público aplaudiu a entrada do manto e da coroa jubilar, seguida da entrada da imagem de Nossa Senhora Aparecida.

Não faltou na celebração o momento da Palavra de Deus. Lido o Evangelho, a reflexão foi  feita pelo arcebispo de Diamantina (MG), Dom Darci Nicioli, que ressaltou a alegria pela celebração desses 300 anos do encontro da imagem de Nossa Senhora Aparecida. Dom Darci destacou Maria como modelo para a Igreja, lembrando que ela muito trabalhou pela salvação fazendo-se serva e ensinando ainda hoje os fiéis a fazer o mesmo.

O bispo mencionou em sua reflexão que a Basílica de Aparecida foi construída por muitas mãos, recordando as tantas pessoas que colaboraram para que o templo fosse o que é hoje, a exemplo do trabalho dos redentoristas, dos religiosos, dos bispos, dos reitores do Santuário, dos devotos e também dos colaboradores que lá trabalham.

A música e a dança deram um toque especial para a celebração. Cerca de 40 bailarinos compuseram as coreografias que retrataram a devoção do povo brasileiro e a história de Nossa Senhora Aparecida, bem como o crescimento de sua veneração. E foi justamente uma dança que introduziu a solene coroação: a imagem recebeu a nova coroa – que pesa cerca de 300 gramas e foi elaborada com o ouro doado pelos fiéis, tendo ainda a porção de terra dos 26 estados brasileiros e do Distrito Federal – bem como o manto.

Após a coroação solene, muito aplaudida pelos fiéis presentes na celebração, os olhares voltaram-se para o alto da Basílica para apreciar a cúpula do altar central, até então coberta por tecido. A obra da cúpula inaugurada hoje começou em 2012 e a arte é de autoria do artista sacro Cláudio Pastro, falecido em outubro do ano passado. São 2 mil metros quadrados de mosaico e o centro da obra é a árvore da vida, rodeada por pássaros que se dirigem ao centro da árvore para ali se abrigarem.

Cúpula central do Santuário Nacional, inaugurada hoje / Foto: Jéssica Marçal – Canção Nova

Terminada a cerimônia, os fiéis seguiram em procissão memória para o Porto Itaguassu. De 0h às 4h será realizada uma vigília mariana no Santuário Nacional que terminará com a oração do terço. A primeira Missa do dia 12 será às 5h. A Missa solene será às 9h30, com a presença do representante do Papa para a ocasião.

Às 7h30 será a Missa das crianças. A consagração jubilar no Porto Itaguassu será às 15h, seguida de procissão solene rumo ao Santuário Nacional. A Missa de encerramento do Jubileu dos 300 anos será às 19h.

0 Comentários
Deixe o seu comentário!

Lojinha Boa Semente Faça seu Pedido: (88) 9 9772-3677

(88) 9.9693-0101 Notoris - Agência Digital