07/06/2015

Em Sarajevo, Papa se encontra com autoridades da Bósnia

Logo que chegou a Sarajevo, capital da Bósnia, Papa Francisco teve um encontro com as autoridades locais; ele defendeu pontes de diálogo no país

Logo que chegou a Sarajevo, capital da Bósnia, Papa Francisco teve um encontro com as autoridades locais; ele defendeu pontes de diálogo no país

O Papa Francisco chegou a Sarajevo, capital da Bósnia-Herzegovina, neste sábado, 6. Francisco foi recepcionado no aeroporto por autoridades políticas e religiosas e logo se transferiu para o Palácio Presidencial de Sarajevo para a cerimônia de boas vindas e o encontro com as autoridades.

Diante da diversidade de culturas, nações e religiões que se verifica na Bósnia, o Papa falou da necessidade de construir novas pontes e restaurar aquelas já existentes a fim de garantir uma comunicação fácil, segura e civil. “Precisamos comunicar, descobrir as riquezas de cada um, valorizar aquilo que nos une e olhar as diferenças como possibilidades de crescimento no respeito por todos”.

O Santo Padre lembrou a missão de sua visita ao país – “vim como peregrino de paz e diálogo” – e manifestou a alegria por ver tantos progressos após 18 anos da histórica visita do Papa João Paulo II ao território bósnio. Mas ele disse que não se pode contentar com o que já foi realizado, e sim procurar dar novos passos para reforçar a confiança e aumentar o conhecimento mútuo. Nesse processo, a solidariedade e a colaboração da comunidade internacional é fundamental.

Francisco destacou ainda a necessidade de fazer todo o esforço possível para que os processos de paz iniciados no país se tornem cada vez mais sólidos e irreversíveis. Segundo ele, a paz e a concórdia entre croatas, sérvios e bósnios é um testemunho para todo o mundo de que é possível a colaboração entre várias etnias e religiões em prol do bem comum.

“Eu vi hoje esta esperança naquelas crianças que saudei no aeroporto – islâmicos, ortodoxos. Judeus, católicos e outras minorias – todos juntos, alegres! Esta é a esperança! Façamos a aposta sobre isso!”.

Leia também
.: Papa na Bósnia: professor analisa cenário do país europeu

Francisco renovou o compromisso da Santa Sé em colaborar para o diálogo e a solidariedade na Bósnia. “A Santa Sé espera vivamente que a Bósnia-Herzegovina, com a contribuição de todos, depois que as nuvens escuras da tempestade finalmente se afastaram, possa avançar pelo caminho empreendido, para que, depois do gélido inverno, floresça a primavera”.

Demais compromissos

Depois de reunir-se com as autoridades, Francisco celebrou a Santa Missa, que contou com a participação de mais de 65 mil fiéis. Após a celebração, ele se encontrou com os bispos locais e a comitiva papal para o almoço.

Logo mais, às 12h30 (horário de Brasília, 17h30 na Bósnia), o Papa participa de um encontro ecumênico e inter-religioso e, em seguida, se encontra com os jovens.

0 Comentários
Deixe o seu comentário!

Lojinha Boa Semente Faça seu Pedido: (88) 9 9772-3677

(88) 9.9693-0101 Notoris - Agência Digital