15/08/2016

FESTA DE NOSSA SENHORA DA ASSUNÇÃO

por Tatiane Nogueira Leal Consagrada

FESTA DE NOSSA SENHORA DA ASSUNÇÃO Maria, mãe de Jesus, é nossa mãe. Ocorre que a boa mãe prepara o seu lar, faz dele lugar aconchegante e agradável, onde está sempre a esperar seus filhos. Como a melhor mãe ela quer para seus filhos o melhor lar e, estando com eles, preparar a casa para […]

FESTA DE NOSSA SENHORA DA ASSUNÇÃO

Maria, mãe de Jesus, é nossa mãe. Ocorre que a boa mãe prepara o seu lar, faz dele lugar aconchegante e agradável, onde está sempre a esperar seus filhos. Como a melhor mãe ela quer para seus filhos o melhor lar e, estando com eles, preparar a casa para os que mais tarde vai chegar.
Rezar sobre a Assunção de Maria é meditar este encontro da Mãe com o Pai e o Filho, levada pelo Espírito Esposo, para com Ele preparar a chegada dos que Ela ainda está a esperar.
Maria é a Senhora nossa, o referencial de mulher e mãe feliz, que tudo fez e faz para a felicidade de seus filhos. Olhar para Maria é com Ela adentrar na atmosfera do louvor como linguagem do coração que ama. Essa mãe é a bendita mulher que acreditou com a vida na Palavra do Senhor. Foi levada ao Céu porque para isso Deus a pensou, a fez, para habitar em e na felicidade. E lá está a preparar com a Santíssima Trindade a festa de chegada de seus filhos bem amados.
Na Terra, Ela disse com a vida tudo o que precisava ser anunciado e ensinado por um coração que gerou o Amor: obediência a Deus, amor e louvor ao Senhor, confiança e abandono total em Seu Amor. Ela é a “Nova Estrela do céu”, “Mãe do Sol”, Deus a “fez para ti escada luminosa”, “os anjos apregoam-te Rainha e apóstolos, profetas, todos nós, no mais alto da Igreja”. É a “Mãe que acolhe e perdoa”, “Cristo Jesus subiu aos céus e preparou, no  Reino eterno, um lugar para sua Mãe, a Santa Virgem”. “A porta do céu foi fechada por Eva, por Maria ela abriu-se aos homens de novo”. Diz a palavra: “… aos que tornou justos, também os glorificou” (cf.Rm 8,30). Deus a justificou e a glorificou: “As gerações hão de chamar- me de bendita, pois maravilhas faz em mim o Poderoso” (cf. Lc 1,46-55).
Ele, o Pai, quis que Ela fosse lembrada e celebrada por todas as gerações, por isso a memória das festas marianas na liturgia da Igreja. Que a cheia de graça interceda no Céu, como em Caná, conduzindo todos os seus filhos para a mesma glória em que Ela habita, seguindo o caminho que Ela aponta, rumo à Eterna Alegria, pois a casa da Mãe é a casa do filho seu. Que Deus lhes abençoe e Maria lhes guarde!

Tatiane Nogueira Leal
Consagrada na dimensão de Aliança da Comunidade Mariana Boa Semente
Teóloga pela Unicatólica
Missão Quixeramobim

0 Comentários
Deixe o seu comentário!

Lojinha Boa Semente Faça seu Pedido: (88) 9 9772-3677

Notoris - Agência Digital