Sementes de Vida

02/02/2014

Ordenados para a felicidade

Não nos falta nada para sermos felizes

A liturgia nos apresenta a origem, a criação de tudo, toda a obra criada por Deus.

No primeiro dia Deus criou o dia e a noite, e separou a luz das trevas.

No segundo dia Deus separou as águas e criou o firmamento que chamou de céu.

No terceiro dia Deus criou o solo enxuto e reuniu as águas, ao solo enxuto Deus chamou de terra, às águas reunidas Deus chamou mar.

No quarto dia Deus criou dois grandes luzeiros, o maior para presidir o dia, o sol. O menor para presidir a noite, a lua. E Deus fez ainda as estrelas.

Em tudo Deus via que era bom, porque do “Bem” só pode sair bondade. Toda a obra de Deus segue um ordenamento, toda a criação é realizada de uma maneira que tudo concorra para a completude. Entenda bem, não falta nada, tudo é bom! Deus nos ensina a separar a luz das trevas, as coisas da terra, das coisas do céu. Aquilo que é instável daquilo que é estável. Deus separa a terra do mar. Deus fez e nos ensina a separar, a ordenar, a corrigir tudo. Não por acaso, não por coincidência a liturgia fala deste quatro primeiros dias da criação onde tudo foi organizadamente feito, em um momento em que em quatro dias de “carne” muitos tem bagunçado, desordenado, promovido desordens medonhas em suas vidas.

Contudo, nunca é tarde para experienciar o arrependimento e o convite do salmista é para alegrar-se. Em toda a criação, na vida, na minha e na sua história tudo tem um por que! Nada, eu disse nada meu irmão, aconteceu por acaso, tudo concorre para o nosso bem, para nossa salvação.

É preciso reconhecer a Jesus, e lhe apresentar as nossas enfermidades, as nossas contingências, os nossos limites. Em Cristo está a cura e a libertação do pecado, da desordem e do sofrimento humano.  Em Jesus não há imperfeição, pois no plano original era tudo perfeito. Que nós busquemos a Jesus com o propósito de estabelecermos uma relação de intimidade, não como alguém que só quer uma relação de satisfação instatânea, não apenas para nos curar, não apenas com um intuito específico de nos tornar “sãos”, mas para ser um com Ele, para nos dar direção e discernimento para separar o que é de Deus, o que nos faz crescer!!! Para sermos aquilo que Deus sonhou para nós, e convenhamos sermos o sonho de Deus é uma grande bênção, uma dádiva!

Deus te abençoe e Maria te guarde.

Comunidade Mariana Boa Semente 15 anos semeando o bem.

0 Comentários
Deixe o seu comentário!

Confira as atualizações dos Blogs!
Notoris - Agência Digital