11/11/2014

Nascidos para a bondade

por Antônio de Pádua Costa de Almeida

Reconheçamos a santidade como nossa vocação e nela encontremos nossa plena realização.

Pelo nosso batismo, somos chamados à santidade, promovendo no mundo a bondade. E por uma questão de amadurecimento da consciência, quanto mais anos temos de vida, mais esta vocação ao bem nos é exigida, de modo que a outros seja devidamente transmitida. Quem vive na santidade mantém a serenidade, certo de que Deus o guarda sempre, especialmente no tempo da adversidade. E é pela graça do Senhor que somos capacitados ao amor, segundo o projeto de nosso Criador. No entanto, por mais que o mundo tente nos convencer de que o bem fazer é uma exceção, tenhamos a convicção de que não passa de nossa obrigação, conforme o desígnio de Deus por ocasião de nossa criação, em retribuição a graça recebida de Seu Filho Jesus na obra da redenção, e pelo Santo Espírito que habita em nós, realizando em nossa vida a necessária santificação.

Peçamos ao Senhor que nos capacite sempre mais à bondade, para que, com nossa vida, apontemos para a sociedade que este é o caminho para a verdadeira felicidade, viver em Deus agora, para com Ele viver na eternidade. Invoquemos o auxílio de Nossa Senhora, de modo que cada um de nós, assim como ela, seja em tudo a Deus fiel, assumindo em nós, por meio do Espírito, a vida de Cristo, atraindo a muitos para o Céu.

Reconheçamos a santidade como nossa vocação e nela encontremos nossa plena realização. Sejamos dóceis à vontade de Deus e Ele cuidará de nós e dos nossos. Vivamos assim, nesta inabalável segurança, caminhando firmes para o Céu, nesta feliz esperança.

Que Deus lhe abençoe e Maria lhe guarde!

10717784_750877581616479_2006477598_n
(Cf. Tt 2,1-8.11-14; Sl 36,3-4.18.23.27.29; Lc 17,7-10)

0 Comentários
Deixe o seu comentário!

Lojinha Boa Semente Faça seu Pedido: (88) 9 9772-3677

Notoris - Agência Digital