05/11/2014

Assumindo a cruz de Jesus

por Antônio de Pádua Costa de Almeida

Com liberdade, alegria e esperança, abracemos a nossa cruz, confiantes de que, por ela, alcançaremos a eterna luz.

Assumamos com verdadeira determinação o nosso batismo, a vida de santidade a qual Cristo nos convoca, tomando posse da graça que nele recebemos, fazendo valer o Seu sangue por nós derramado, sendo exemplo de alegre retidão para um mundo que se entregou ao pecado. Como cristãos autênticos, decidamos pela vivência do amor, certos de que podemos contar com a fiel assistência do nosso Criador, no qual nós devemos esperar, certos de que nunca nos decepcionará. Todavia, lembremos de que viver o batismo, no real seguimento de Jesus, exige sérias renuncias, o enfrentamento da provação, sem murmuração, colocando a vontade do Pai acima de tudo e de todos, e a oferta da nossa própria vida para que em nós ela seja cumprida.

Peçamos ao Senhor que nos dê a Sua mesma radicalidade no amor, para que vivamos a santidade, assistidos pela divina graça, conforme o projeto de Deus Pai criador. Recorramos a Nossa Senhora, para que, assim como ela, vivamos a sua adesão a Cristo, assumindo plenamente a vontade do Pai, por obra do Seu Espírito.

Com liberdade, alegria e esperança, abracemos a nossa cruz, confiantes de que, por ela, alcançaremos a eterna luz. Como autênticos cristãos, que necessitam passar pela provação, troquemos a murmuração pela oração, esperando do Pai, pela ação do Espírito Santo, a fortaleza e a consolação.

Que Deus lhe abençoe e Maria lhe guarde!

10511337_799037253482515_8558662218664749996_n

(Cf. Fl 2,12-18; Sl 26, 1.4.13-14; Lc 14,25-33)

0 Comentários
Deixe o seu comentário!

Lojinha Boa Semente Faça seu Pedido: (88) 9 9772-3677

Notoris - Agência Digital