Notícias

24/10/2014

Papa pede que todos trabalhem pela unidade da Igreja

Santo Padre diz que cada cristão é chamado a trabalhar pela unidade da Igreja sob a condução do Espírito Santo

Santo Padre diz que cada cristão é chamado a trabalhar pela unidade da Igreja sob a condução do Espírito Santo

Da Redação, com Rádio Vaticano

Cada cristão é chamado a trabalhar pela unidade da Igreja, disse o Papa Francisco na Missa desta sexta-feira, 24, na Casa Santa Marta. O Pontífice destacou que é preciso deixar-se guiar pelo Espírito Santo, que faz a unidade da Igreja na diversidade das pessoas.

“Eu prisioneiro vos exorto a construir a unidade da Igreja”. O Santo Padre desenvolveu sua homilia a partir dessa exortação de São Paulo na Carta aos Efésios. Fazer essa unidade, segundo o Papa, é o trabalho da Igreja e de cada cristão durante a história. O apóstolo Pedro, recordou o Pontífice, quando fala da Igreja, fala de um templo feito de pedras vivas, que são os homens.

“Quando se deve construir um templo, um palácio, procura-se uma área edificável, preparada para isso. A primeira coisa que se faz é procurar as pedras de base, a pedra angular, diz a Bíblia. E a pedra angular da unidade da Igreja é Jesus, a pedra angular da unidade da Igreja é a oração de Jesus na Última Ceia: ‘Pai, que todos sejam um!’.”

O Pontífice destacou que não há unidade sem Jesus Cristo na base, e quem constrói essa unidade é o Espírito Santo, na diversidade dos povos. Por isso Jesus enviou o Espírito, para que a Igreja crescesse, para que fosse forte e una.

Para construir, então, essa unidade, Francisco citou como caminhos os conselhos de São Paulo que, segundo o pensamento humano, são fracos: humildade, mansidão, magnanimidade. Mas quanto mais frágil o homem é com essas virtudes, mais se torna pedra forte, disse o Papa, acrescentando que esse foi o caminho feito por Cristo.

Francisco concluiu a homilia falando da esperança de caminhar rumo a Deus e viver em uma Igreja viva, uma esperança à qual todos foram chamados e que leva adiante a unidade da Igreja. “Fomos chamados a uma esperança grande. Vamos para lá! Mas com a força que nos dá a oração de Jesus pela unidade; com a docilidade ao Espírito Santo, que é capaz de fazer de tijolos pedras vivas e com a esperança de encontrar o Senhor que nos chamou, encontrá-Lo quando vier a plenitude dos tempos”.

0 Comentários
Deixe o seu comentário!

Confira as atualizações dos Blogs!
Notoris - Agência Digital