Notícias

25/07/2019

“Hospital do Papa” experimenta um crescimento médico e científico significativo

O Hospital Pediátrico Bambino Gesù, conhecido como o hospital do Papa, experimentou um crescimento notável em 2018, que resultou em melhores cuidados de saúde para as crianças que receberam tratamento e em novos progressos na pesquisa científica.

O Hospital Pediátrico Bambino Gesù, conhecido como o hospital do Papa, experimentou um crescimento notável em 2018, que resultou em melhores cuidados de saúde para as crianças que receberam tratamento e em novos progressos na pesquisa científica.

Segundo os dados apresentados na quarta-feira, 24 de julho, em seu Balanço Social correspondente ao ano de 2018, o Hospital teve um gasto de 342 milhões de euros e o ingresso de 359 milhões, portanto, o saldo foi positivo.

O Balanço Social também assinala um aumento nas visitas à Emergência do Hospital Bambino Gesù. Em 2018, foram registrados 85.012 acessos à Emergência, 1% a mais do que em 2017.

Além disso, ocorreram 27 partos de risco nas instalações hospitalares. Essas crianças receberam os cuidados médicos necessários, seguindo o protocolo do projeto “Nascita OPBG”, ativo desde 2017, e que permite que crianças neonatais altamente críticas nasçam no hospital evitando assim a transferência de urgência pós-parto.

O hospital também experimentou um aumento nas internações hospitalares. Em 2018, 28.754 pacientes, 2% a mais do que em 2017, foram admitidos no hospital; 29% dos pacientes internados eram provenientes de regiões italianas fora de Roma e 15% de países estrangeiros.

As intervenções cirúrgicas também aumentaram, chegando a 30.648, 3% a mais do que no ano anterior.

Em 2018, foram realizados 324 transplantes de órgãos, células e tecidos: 150 transplantes alogênicos de medula, 36 transplantes autólogos de medula, 39 de válvulas cardíacas conhecidas como “homoenxertos”, 27 de fígado, 28 de rim, 29 de córnea, 9 de coração (além de 8 implantes de coração artificial), 5 de membrana amniótica e 1 de pulmão.

No campo da pesquisa científica, o Hospital Bambino Gesù teve novos avanços. Em 2018, o Hospital identificou 21 novas doenças raras que não estavam diagnosticadas.

Isso demonstra a eficiência das 800 pessoas dedicadas à pesquisa científica no hospital, das quais 495 são pesquisadores e 326 são médicos, biólogos, farmacêuticos e enfermeiros.

O Balanço Social também indica que, em 2018, ofereceu-se alojamento a 4.479 famílias de crianças internadas no hospital. Além disso, 2.108 famílias receberam atendimento dos serviços sociais do hospital.

O Hospital Bambino Gesù é um dos hospitais pediátricos de referência na Europa. Possui uma grande equipe de 3.500 profissionais entre funcionários, colaboradores e pesquisadores.

Vincent Lambert, Alfie Evans e Charlie Gard

A apresentação do Balanço Social, realizado na sede do Hospital São Paulo, ao lado da Basílica de São Paulo Fora dos Muros, contou com a participação do Cardeal Pietro Parolin, Secretário de Estado do Vaticano.

Em seu discurso, o Cardeal recordou os casos de Vincent Lambert, Alfie Evans e Charlie Gard.

O Secretário de Estado explicou que a recente morte de Vincent Lambert “despertou em nós a memória das crianças Alfie Evans e Charlie Gard”. Nesse sentido, ressaltou que “temos a tarefa de afirmar que existem doenças incuráveis, mas não há doenças que não possam ser atendidas. Porque sanar significa não apenas curar, mas também acompanhar e proteger”.

Quando o Papa se referiu a este “caso doloroso”, disse: “Deus é o único dono da vida do início até o fim natural e é nosso dever protegê-la sempre”.

0 Comentários
Deixe o seu comentário!

Confira as atualizações dos Blogs!
Notoris - Agência Digital