Notícias

28/01/2020

Congresso da Pessoa Idosa: ir. Terezinha, a Igreja ao lado das pessoas vulnerabilizadas

A conferência terá início, nesta quarta-feira, 29, no Centro de Congressos Augustinianum, em Roma, sobre o tema “A Riqueza dos Anos”, e se encerra na sexta-feira, 31.

Mariangela Jaguraba – Cidade do Vaticano

Realizou-se na Sala de Imprensa da Santa Sé, nesta terça-feira (28/01), o “Meeting Point” com os jornalistas de apresentação do I Congresso Internacional da Pastoral dos Idosos.

A conferência terá início, nesta quarta-feira, 29, no Centro de Congressos Augustinianum, em Roma, sobre o tema “A Riqueza dos Anos”, e se encerra na sexta-feira, 31.

A coordenadora nacional da Pastoral da Pessoa Idosa do Brasil, irmã Terezinha Tortelli, participou do encontro com jornalistas. Entrevistada pelo Vatican News, ela falou sobre a situação da pessoa idosa no país.

Ouça a reportagem

O Brasil é muito heterogêneo. Então a disparidade social é muito grande. A Pastoral da Pessoa Idosa fez opção por se dedicar especialmente aos mais vulnerabilizados. Não é que todas as pessoas idosas do Brasil precisam da pastoral. O que faz a pastoral? Capacita voluntários para fazer visita domiciliar mensal e dizemos preferencialmente os mais vulnerabilizados, então seja pela pobreza, pela solidão, pelo isolamento, às vezes por maus-tratos, pela fragilidade mesmo que que vai se fragilizando e às vezes não tem ninguém, não tem cuidadores. Hoje, a política do cuidado no Brasil não existe. Infelizmente. É muito heterogêneo eu diria. Uma boa porcentagem não precisa desse apoio, de visita domiciliar que fazemos, mas infelizmente a grande maioria sim. É de pobres, de pessoas que chamamos de vulnerabilizadas socialmente ou fisicamente.

0 Comentários
Deixe o seu comentário!

Confira as atualizações dos Blogs!
Notoris - Agência Digital