Posts / ver todos »

15/05/2017

Festa de Nossa Senhora de Fátima

Nesta sexta-feria no encerramento da parte social da festa da padroeira de Banabuiú, foi com muito louvor, oração no ritmo de forro, Naldo José e forro in Deus animou nossos paroquianos e nos deu seu testemunho de vida. Através das musicas  podemos presenciar vários irmãos sendo tocados pelo amor de Deus, e voltando para casa […]

Nesta sexta-feria no encerramento da parte social da festa da padroeira de Banabuiú, foi com muito louvor, oração no ritmo de forro, Naldo José e forro in Deus animou nossos paroquianos e nos deu seu testemunho de vida. Através das musicas  podemos presenciar vários irmãos sendo tocados pelo amor de Deus, e voltando para casa com um sorriso diferente, renovados pelo amor de Deus, na certeza de que ele é misericordioso, nos convida a santidade, e se respondemos sim a esse convite, teremos uma vida inteiramente felizes, agraciados pelo amor de nosso pai.  É lindo ver uma juventude que fala, dança e louva o amor de Deus. Dançar para Deus é uma forma de gratidão, de adoração.Quando dançamos, estamos dando ao Senhor uma adoração com tudo o que temos e com tudo o que somos. Devemos ter uma vida de santidade, entrega e renúncia diante de Deus, além de um coração humilde e submisso. Nossos corações devem estar limpos e adornados para que o nosso louvor a adoração cheguem ao coração de Deus. As danças devem ser seguidas com alegria, humildade e consciência de que o Espírito Santo deve ter total liberdade para ministrar como lhe apraz no meio da congregação. Dançar é algo maravilhoso que toca o coração de Deus. Temos que ter continuamente um relacionamento íntimo com Deus, sem esfriamento, sem declínio, estando constantemente com a chama do primeiro amor acesa em nossos corações.

 

0 Comentários
Deixe o seu comentário!

Notoris - Agência Digital