08/02/2016

Um salto para a vida nova

por Márcio Mendes

Deus quer, no dia de hoje, gravar os mandamentos d’Ele no seu coração. E não só no seu coração, mas no coração dos seus filhos, de toda a sua família e em toda a sua casa. Quando você visita um judeu ortodoxo, as portas de sua casa estão marcadas com os mandamentos. Nós, hoje, precisamos […]

Deus quer, no dia de hoje, gravar os mandamentos d’Ele no seu coração. E não só no seu coração, mas no coração dos seus filhos, de toda a sua família e em toda a sua casa.

Quando você visita um judeu ortodoxo, as portas de sua casa estão marcadas com os mandamentos. Nós, hoje, precisamos marcar as nossas portas com o sinal da salvação.

O primeiro mandamento é: “Amarás o Senhor teu Deus com toda a tua força e com toda a tua alma”. Mas para que os mandamentos do Senhor tenham efeito na nossa vida, nós precisamos ouvir a voz e a vontade de Deus. É necessário as ouvirmos, pois a Palavra de Deus é luz para nossos passos; é libertação. E quem quer ser liberto precisa ouvir a vontade de Deus. Você só será feliz se praticar a Palavra de Deus, e ao ouvi-la precisa ter a intenção de praticá-la.

Existe uma passagem bíblica que diz que um pai tinha dois filhos. Ele chamou o primeiro e disse: “Filho, vai trabalhar na vinha”. E o filho respondeu dizendo que iria, mas não foi. Então, o pai chamou o segundo, mas este respondeu que não iria, mas no final acabou indo. Qual deles obedeceu ao pai? O segundo, porque fazer a vontade do Pai, muitas vezes, não implica fazê-la com a boca, mas a obedecer com o coração.

Em Mateus 19, 16-22, vemos que a primeira coisa que temos de reconhecer é que Deus é bom, que Deus é amor. O Pastor que quer retirar de nós toda a tristeza e todo o lixo que o mundo foi depositando ao longo dos anos.

Se você quiser ter vida, abra a porta do seu coração. Eu vim buscar a vida verdadeira, que começa, hoje, com a sua decisão. Você que perdeu o sentido da vida, que sente uma tristeza profunda, hoje Deus abriu para você uma porta.

Os mandamentos do Senhor são caminhos de vida e liberdade. Quando nos afastamos dos caminhos d’Ele perecemos. Mas para ter essa experiência com o Senhor é necessário se prostrar, deixar cair por terra os apegos, deixar que Deus conduza a nossa vida.

Conversão é agarrar-se ao Reino de Deus, é decisão. Se você tomar essa decisão, voltará para casa com outra vida.

Uma vez perguntaram para Jesus o que era necessário para entrar no Reino de Deus e Ele disse que era preciso ser como as criancinhas, porque elas são desapegadas. O que nos salva é abandonar tudo como uma criança. Hoje estamos recomeçando a nossa vida. E vou lhe contar um segredo: você está começando a sua nova vida muito bem, porque você está entregando as rédeas da sua existência nas mãos de Deus.

Santo Agostinho, no início de sua conversão, não conseguia dar passos, porque para tudo ele dizia: “Vou fazer amanhã”. E quando ele se deu conta de que era necessário não deixar as coisas para amanhã, mas sim, fazer o que era necessário naquele exato momento, ele viu que era possível caminhar.

Até quando vamos dizer “Amanhã, amanhã…”? Por que não agora? Muitas vezes, você está pegando fôlego para pular no “fosso”. Eu tenho uma notícia maravilhosa: nós vamos pular para o outro – da vida velha para vida nova, juntos!

Márcio Mendes

Fonte: Canção Nova

Formação: Abril/2008

o_senhorio_de_jesusO livro “O Senhorio de Jesus” aborda o tema de uma das pregações do Seminário de Vida no Espírito Santo e tem como objetivo ajudar as pessoas as buscarem um novo sentido para suas vidas, por meio da experiência com o Cristo Ressuscitado que passou pela cruz. Ele busca, ainda, conduzir os leitores a mergulharem no amor de Cristo, na Sua Palavra, a renunciarem a ‘vida velha’ e a abraçarem a ‘vida nova’, totalmente submetida ao Seu Senhorio através da oração e da vivência dos Sacramentos.

0 Comentários
Deixe o seu comentário!

Lojinha Boa Semente Faça seu Pedido: (88) 9 9772-3677

Notoris - Agência Digital