06/10/2014

Um mês missionário

por Marta Cleide Postulante missionária da Comunidade Mariana Boa Semente

O papa Francisco nos reforça o convite a sermos uma Igreja em missão, convite esse que vem do próprio Jesus, pois Ele mesmo foi um exemplo de serviço. Deu-se a todos, sem reservas. Humilhou-se até à morte de cruz, somente por amor à humanidade.

Outubro é um mês missionário! No primeiro dia celebramos a santa padroeira das missões: Santa Teresinha do Menino Jesus. Você já reparou as rosas e a cruz que ela traz nas mãos? As rosas simbolizam o amor, a gratidão! Ela era grata por tanto amor recebido e queria retribuir a esse amor, mesmo passando pela cruz.

É outubro mês de procurarmos a melhor forma para cada um de nós amarmos mais, ajudarmos mais ao próximo, pedir a Luz do Espírito Santo para enxergarmos a face do Cristo sofredor, abandonado, fragilizado, ferido, que muitas vezes está na nossa casa, na casa vizinha, na mesma cidade, no mesmo país ou até mesmo do outro lado do mundo.

É mês de abrirmos a porta do nosso coração para tantas realidades que querem adentrar na nossa vida e, encontrando o Amor, descansarem. Se assim como Santa Teresinha compreendermos que não há maior riqueza e atitude que agrade ao nosso Deus que o amor, seremos plenamente felizes!

O papa Francisco nos reforça o convite a sermos uma Igreja em missão, convite esse que vem do próprio Jesus, pois Ele mesmo foi um exemplo de serviço. Deu-se a todos, sem reservas. Humilhou-se até à morte de cruz, somente por amor à humanidade.

Ser missionário requer atenção com o próximo, olhar atento às necessidades do outro, sejam elas quais forem. É dar- se em serviço nas pequenas coisas, é ser principalmente grato por tudo que Deus fez e faz.

Ser missionário é amor, amor e depois de tanto amor, amor novamente.  É isso que Jesus faz com todos nós! Por isso toca tantos corações, muda tantas vidas! Termino esta partilha parafraseando o Papa Francisco em sua exortação apostólica Evangelii Gaudium – A alegria do Evangelho: “Com obras e gestos a comunidade missionária entra na vida diária dos outros, encurta as distâncias, abaixa-se – se for necessário – até a humilhação e assume a vida humana, tocando a carne sofredora de Cristo no povo. Os evangelizadores contraem assim o ‘cheiro das ovelhas’ e estas escutam a sua voz”.

Marta Cleide Barbosa Rodrigues

Postulante missionária da Comunidade Mariana Boa Semente

0 Comentários
Deixe o seu comentário!

Lojinha Boa Semente Faça seu Pedido: (88) 9 9772-3677

Notoris - Agência Digital