10/05/2017

Coluna #MãeEsposaCatólica: Testemunhando milagres!

por Renata Barreto

Foi uma gestação de riscos, pois a complicação cresceu junto com a criança, mas Deus cuidou de mim. Quando sentia dores, rezava e pedia a Deus que as aliviasse, e Ele sempre me ouviu.

Eu me chamo Renata e sou aspirante na dimensão de Aliança da Comunidade Mariana Boa Semente. Em 2013, estava afastada das vivências da Igreja, mas Deus, em Sua sabedoria, usa instrumentos para nos alcançar. Eu estava navegando em uma rede social quando vejo um anúncio do Congresso Estadual da RCC que iria acontecer. Imediatamente veio a necessidade de participar desse encontro, então entrei em contato com minha amiga/irmã Alânia e perguntei se poderia ir, ela disse que sim.

Na viagem, passamos por alguns momentos de dificuldade, mas durante todo o encontro Deus mostrou a necessidade de servir e fazer parte da Igreja. No momento da Adoração, o Coordenador Internacional da RCC proclamou que uma mulher que tinha muita vontade de ser mãe estava sendo curada e iria gerar seu filho. Eu não tomei posse, mas Alânia disse que era para mim aquela palavra. Em 2014, tentamos iniciar nosso grupo de oração que estava morto, e, além disso, realizei o Despertar Vocacional da Comunidade Mariana Boa Semente. Em abril de 2015, fui eleita Coordenadora da RCC em Banabuiú. Em maio, durante um momento de adoração na quarta-feira à noite na Canção Nova, ministrado pelo padre Roger, eu pedia a Jesus Sacramentado a cura dos meus cistos. Naquele instante, o sacerdote proclamou que Jesus estava curando uma mulher que tinha ovário policístico, e que os médicos diziam que não poderia engravidar.

Tomei posse da palavra e, no final de maio, realizei uma ultrassonografia e o médico levantou hipótese de tumor no ovário e não mais um cisto. Em julho, participei novamente do Congresso Estadual da RCC e coloquei essa intenção diante de Jesus. Em setembro de 2015, realizei um exame de ultrassom para ver como estava a complicação e descobri o meu maior milagre: o filho que para os médicos não era possível estava ali, com 14 semanas.

Foi uma gestação de riscos, pois a complicação cresceu junto com a criança, mas Deus cuidou de mim. Quando sentia dores, rezava e pedia a Deus que as aliviasse, e Ele sempre me ouviu. Duas semanas depois de descobrir a gestação, recebo a resposta de que havia sido confirmada para ingressar na Comunidade Mariana Boa Semente. Chuva de bênçãos! Em 2016, José nasce, meu milagre!

Em outubro de 2016, quando penso que estava tudo bem, fico desempregada. Deus não falha: em dezembro fui convocada para o concurso de QUIXERAMOBIM, do qual eu já nem lembrava! Tudo das nossas vidas passa por Deus!

Que Deus os abençoe e Maria os guarde!

Renata Souza Barreto

Aspirante na dimensão de Aliança da Comunidade Mariana Boa Semente

Missão Quixeramobim (Sede)

Mãe do José

3 Comentários
  1. Mayse Soares de Almeida disse:

    Parabéns pelo testemunho de fe e confiança em Deus.Deus provê tudo.Grabde Abraço.

  2. Eridan disse:

    Feliz pelas graças em tua vida alcançada!
    Testemunho lindo!
    Deus te abençoe mais e mais, minha querida Renatinha!

  3. Alânia Nogueira disse:

    Sou testemunha de tudo!!! Sou imensamente feliz por tudo, e louvo a Deus por tantas graças, nosso José, nossa vocação! Obrigada por seu sim, e por estar comigo!

Deixe o seu comentário!

Lojinha Boa Semente Faça seu Pedido: (88) 9 9772-3677

Notoris - Agência Digital