Artigos

25/07/2020

Tempo comum não é para qualquer um

“Queres ser santo de verdade? Cumpre o pequeno dever de cada momento: faz o que deves e está no que fazes!” São Josemaria Escrivá

Tempo comum é a vida ordinária, o cotidiano, o que chamamos de rotina. Requer o mínimo de responsabilidade e planejamento. Assistimos hoje, e cada vez mais, uma sociedade desestruturada, repleta de problemas que se multiplicam. O tempo comum é como uma pérola preciosa, precisa ser bem administrado pra que não perca o seu valor. Como é formada uma pérola? Você sabe?

“A pérola é o resultado de uma reação natural do molusco contra invasores externos, como certos parasitas que procuram reproduzir-se em seu interior. Para isso, esses organismos perfuram a concha e se alojam no manto, uma fina camada de tecido que protege as vísceras da ostra. Ao defender-se do intruso, ela o ataca com uma substância segregada pelo manto, chamada nácar ou madrepérola, composta de 90% de um material calcário – a aragonita (CaCO3) -, 6% de material orgânico (conqueolina, o principal componente da parte externa da concha) e 4% de água.

Depositada sobre o invasor em camadas concêntricas, essa substância cristaliza-se rapidamente, isolando o perigo e formando uma pequena bolota rígida. As pérolas perfeitamente esféricas só se formam quando o parasita é totalmente recoberto pelo manto, o que faz com que a secreção de nácar seja distribuída de maneira uniforme. ‘Mas o mais comum é a pérola ficar grudada na concha, como uma espécie de verruga. Por isso, as esféricas são tão valiosas’, diz o biólogo Luís Ricardo Simone, do Museu de Zoologia da Universidade de São Paulo (USP). O tempo médio de maturação de uma pérola é de três anos”.

No decorrer dos nossos dias temos que enfrentar diversos fatores externos, vem bater a porta as dificuldades e alegrias que fazem parte da vida de todos. Os problemas são os parasitas que vão obrigando a nossa estrutura interior a se fortalecer. Neste processo se dá o crescimento, ou seja, o amadurecimento para lidar com os desafios da vida.

É fundamental perceber a riqueza contida no cotidiano. A pandemia é sem dúvida um triste acontecimento para a humanidade, mas de todo mal Deus tira um bem maior, pois “tudo concorre para o bem dos que amam a Deus”.

Quais são as pérolas que podemos cultivar nesse mar da vida? A perda nos ensina a valorizar o que temos sem nos dar conta da preciosidade que é. Estar vivo – a vida percebida como dom de Deus -, o ar que não vemos – uma maravilha de Deus -, a graça de estar perto de quem amamos e poder manifestar esse amor através do toque carinhoso, do beijo, do abraço, dizer e ouvir palavras de amor. Escola, trabalho, vida familiar, celebração da fé professada, viajar, ficar em casa, tudo isso é muito precioso. Cada gesto de cuidado e manutenção da vida manifesta como é extraordinária a vida humana. O ordinário da vida é manifestação extraordinária.

Manter a casa limpa, a mente em ordem, a saúde e a educação em dias, as relações sadias. Esse é o desafio diário a ser alcançado! A vida tem se apresentado como um espetáculo de um equilibrista, que precisa manter vários objetos em movimento contínuo. Sem parar, sem deixar cair e com sorriso nos lábios pra quem ver se alegrar.

Então, tudo parou. Alguém em algum lugar não quis avisar o perigo que estava a rondar o mundo inteiro. Este, que está sempre a girar, é preciso agora parar. Somos chamados a ter um novo olhar. Quem está dentro, agora divide com você esse novo tempo. Pode ser bom ou sofrido, depende da escolha que você faz a cada momento. Em todo tempo viver é uma benção, quando você usa de bom senso e se permite fazer de cada instante um bendito presente.

Deus te abençoe e Maria te guarde!

 

Tatiane Nogueira Leal

Consagrada na dimensão de Aliança da Comunidade Mariana Boa Semente

Missão Quixeramobim (Sede)

 

Referência: Como a ostra produz a pérola? Redação Mundo Estranho. Publicado em 18 abr 2011, 18h59. Disponível em <https://super.abril.com.br/mundo-estranho/como-a-ostra-produz aperola/#:~:text=A%20p%C3%A9rola%20%C3%A9%20o%20resultado,protege%20as%20v%C3%ADsceras%20da%20ostra>. Acesso em 06 mai 2020, às 11:40h.

0 Comentários
Deixe o seu comentário!

Confira as atualizações dos Blogs!
Notoris - Agência Digital