06/07/2016

Santa Maria Goretti

por Alânia Nogueira Consagrada na dimensão de Aliança da Comunidade Mariana Boa Semente

Santa Maria Goretti nasceu na cidade de Corinaldo, Itália, no ano de 1890. Era filha de Luigi Goretti e de Assunta Carlini. Sua família era muito pobre, porém, temente a Deus. Os pais ensinavam a fé cristã para os filhos. Maria Goretti teve 5 irmãos: Tereza, Ersília, Angelo, Sandrino e Marciano. Por causa de situações […]

Santa Maria Goretti nasceu na cidade de Corinaldo, Itália, no ano de 1890. Era filha de Luigi Goretti e de Assunta Carlini. Sua família era muito pobre, porém, temente a Deus. Os pais ensinavam a fé cristã para os filhos. Maria Goretti teve 5 irmãos: Tereza, Ersília, Angelo, Sandrino e Marciano.

Por causa de situações da época, sua família ficou ainda mais pobre e perdeu a fazenda onde moravam. Por isso, tiveram que mudar para uma casa compartilhada com uma outra família chamada Serenelli. O pai de Santa Maria Goretti foi trabalhar para outros fazendeiros e acaba morrendo de malária quando Maria Goretti tinha 9 anos de idade.

Morando na casa compartilhada, a beleza de Maria Goretti, com apenas onze anos, despertou paixões desequilibradas em Alessandro Serenelli, um jovem de 20 anos. Alessandro assediava Maria Goretti, mas a menina não cedia aos desejos do jovem.

Foi então, que, no dia 5 de julho de 1902, quando Maria Goretti estava costurando e vigiando sua irmã menor, Alessando entrou e a ameaçou de estupro. Ela se defendeu e começou a rezar, dizendo que era pecado e que ele iria para o inferno. Não conseguindo o que queria, ele lutou com Goretti.

Ela continuava rezando e lutando para se proteger. Vendo que nada conseguiria, Alessandro lhe deu 11 facadas. Goretti gritou e tentou fugir. Então, ele acertou mais três facadas na pobre menina e fugiu. O pai de Alessandro chegou e levou Maria Goretti para o hospital. Ela foi operada sem anestesia, mas os médicos nada puderam fazer porque os ferimentos eram muito grandes.

Antes de morrer, para admiração de todos, Santa Maria Goretti perdoou seu agressor, dizendo que queria encontrar com ele no céu. Disse que ele tentou estuprá-la várias vezes, mas que ela se defendeu sempre. Para a comoção de todos, Maria Goretti faleceu no outro dia, olhando para uma pintura da Virgem Maria.

Seu assassino foi preso logo depois, julgado e condenado a 30 anos de prisão. Três anos mais tarde, ele recebeu a visita do Bispo local e se arrependeu, dizendo que teve um sonho com Santa Maria Goretti, no qual ela lhe entregava flores e estas pegaram fogo assim que ele as segurou. Depois escreveu para o bispo agradecendo a visita e pedindo que ele o incluísse em suas orações.

Quando terminou de cumprir sua pena, Alessandro Serenelli foi à casa da mãe de Santa Maria Goretti, implorar seu perdão. A mãe da Santa disse: Se minha filha, em seu leito de morte te perdoou, eu também te dou meu perdão. Depois disso, os dois foram participar juntos da Santa Missa.

Profundamente arrependido, tocado por Deus e pelo perdão de Maria Goretti e de sua mãe, Alessandro entrou para o Mosteiro da ordem menor dos frades Capuchinos. Lá, ele trabalhou como porteiro e jardineiro. Dizia que Santa Maria Goretti era sua pequena Santa. Alessando viveu ali até o fim de sua vida, e em 1970 teve a graça de participar da Canonização de Santa Maria Goretti. Certamente, Alessandro se encontrou com a Santa Maria Goretti no céu!

O corpo de Santa Maria Goretti está intacto, absolutamente bonito e sepultado na igreja de Nossa Senhora da Misericórdia, em Netuno (Itália). Maria Goretti serve a juventude de hoje, em uma época de decadência moral, infidelidade, baixa mentalidade, como o ideal de pureza e integridade espiritual. Contemporânea do Padre Pio Pietrelcina, que também foi beatificado, mais uma vez destaca esta visão contemplativa da vida.

Maria Goretti escolheu a morte acima do pecado, mas de tudo o que lhe deu força para o martírio corajoso, a prática das virtudes no círculo familiar, o espírito de oração e penitência, a devoção ardente a Maria e a Santa Eucaristia e receber os sacramentos. Maria Goretti é contemporânea de outros três grandes santos, que reforçam a sua mensagem, o Papa Pio X, Santa Teresa de Lisieux e Santa Gemma Galgani. As declarações e as intenções de Maria Goretti, foram 15 anos após sua morte, mais uma vez, repetida pela Virgem Maria em Fátima em 1917. A pequena oração é a seguinte: “Santa Maria Goretti, vigiai os jovens do mundo”.

Quando Deus está em nossos corações nós podemos fazer grandes coisas. Não importa nossa idade, nossa força ou nossa posição. Quando nos entregamos completamente a Deus, ele usa de maneiras que nunca sonharíamos ou imaginaríamos. Às vezes, como uma Joana D’Arc, somos enviados a batalhas onde não estamos preparados com armas que não use a força ou poder, mas simplesmente a fé. Santa Maria Goretti tinha apenas doze anos quando foi posta à prova, ela já sabia no fundo que Deus era o seu único e maior bem. Nada, estava determinada que nada iria removê-la dos olhos de Deus. Contudo, sabia que isto exigia o sacrifício de sua vida.

Sua história comovente nos traz a pureza da santidade!

Alânia Nogueira

Consagrada na dimensão de Aliança da Comunidade Mariana Boa Semente

Missão Banabuiú

Responsável pelo Conselho Pastoral da Obra

0 Comentários
Deixe o seu comentário!

Lojinha Boa Semente Faça seu Pedido: (88) 9 9772-3677

Notoris - Agência Digital