27/02/2018

Quaresma: tempo de esperança

por Karyne Araújo Santiago

Você já deve ter escutado várias pessoas falando o bordão “pau que nasce torto, morre torto”. Eu também já escutei diversas vezes isso. Mas o que eu tenho pra dizer hoje é que: com Deus tem jeito!

Quaresma: tempo de esperança

 

Você já deve ter escutado várias pessoas falando o bordão “pau que nasce torto, morre torto”. Eu também já escutei diversas vezes isso. Mas o que eu tenho pra dizer hoje é que: com Deus tem jeito! É assim que quero falar um pouco sobre o tempo da quaresma: tempo favorável pra conversão do coração e mudança de vida.

Mudar é fácil? Nunca é! Tentar viver o Evangelho pelos nossos bons propósitos e sem o auxílio do Espírito Santo é fadado ao fracasso. Por isso que a Igreja nos ensina três práticas que devem se intensificar na quaresma, para que o convite feito por Cristo, “convertei-vos e crede no evangelho”, seja concretizado nas nossas atitudes.

  • Oração: não conheço nenhum santo da Igreja que não reservasse um tempo do seu dia à contemplação, à leitura orante da palavra de Deus e à súplica ao Espírito Santo. È o Espírito Santo que muda os nossos corações como ensina o Catecismo da Igreja Católica (§1098). Pela oração nos tornamos amigos de Jesus e mais parecidos com Ele.
  • Jejum: O jejum contribui pra nos fazer adquirir o domínio sobre nossos instintos e a liberdade de coração ¹. Também é uma arma poderosa contra as tentações do inimigo ².
  • Esmola: A esmola dada aos pobres é um testemunho de caridade fraterna, é também uma prática de justiça que agrada a Deus. Na multidão de seres humanos sem pão, sem teto, sem terra, como não reconhecer Lázaro, mendigo faminto da parábola? Como não ouvir Jesus, que diz: “Foi a mim que o deixastes de fazer”³ 4 .

Essas três expressões penitenciais demonstram a conversão com relação a si mesmo, a Deus e aos outros 5 . A penitência interior é uma reorientação radical de toda a vida, um retorno, uma conversão para Deus de todo nosso coração, uma ruptura com o pecado, uma aversão ao mal e uma repugnância às más obras que cometemos. Ao mesmo tempo, é o desejo e a resolução de mudar de vida, com a esperança da misericórdia divina e a confiança na ajuda de Sua graça 6 . É a disposição do nosso coração que se une à misericórdia e à bondade de Deus, como o filho que “cai na real” e volta arrependido para a casa do Pai, depois de tantas bobagens que cometeu, e o pai, feliz, o abraça e o recebe com alegria, nos dando mais que roupa nova e anel no dedo, mas um coração novo 7. A conversão é, antes de tudo, uma obra da graça de Deus que reconduz nossos corações a Ele  8 .

Santa Quaresma a todos! Que Deus os abençoe e Maria os guarde!

 

1 CIC §2043

2 Mt 17,21

3 Mt 25,45

4 CIC §2463

5 CIC §1434

6 CIC 1431

7 Lc 15:11

8 CIC 1432

 

Karyne Araújo Santiago

Aspirante na dimensão de Aliança da Comunidade Mariana Boa Semente

Missão Quixeramobim (Sede)

1 Comentário
  1. Miro disse:

    Excelente texto! Muito obrigado pelas palavras!

Deixe o seu comentário!

Lojinha Boa Semente Faça seu Pedido: (88) 9 9772-3677

Notoris - Agência Digital