Artigos

03/01/2019

Qual o sentido da sua vida?

Quem sabe pelo que viver, pode suportar qualquer coisa. 26 dezembro 2018 “Quem tem uma razão de viver é capaz de suportar qualquer coisa”. Outro dia lendo algumas coisas sobre sentido de vida, deparei-me com essa frase que me deixou perplexo, não pela frase em si, mas por quem a proferiu: nada mais nada menos […]

Quem sabe pelo que viver, pode suportar qualquer coisa.

“Quem tem uma razão de viver é capaz de suportar qualquer coisa”. Outro dia lendo algumas coisas sobre sentido de vida, deparei-me com essa frase que me deixou perplexo, não pela frase em si, mas por quem a proferiu: nada mais nada menos que Nietzsche. Isso mesmo, o ateu.

Quem sabe pelo que viver, pode suportar qualquer coisa. Talvez seja por isso que podemos testemunhar uma verdadeira revolução na vida de uma pessoa que teve uma experiência autêntica de Deus.

Uma pessoa que não via sentido em nada, não sabia por que viver, de repente, vê descortinar diante de si um horizonte vivo, novo, onde tudo passa a fazer sentido quando Deus entra em sua vida. O homem em sua totalidade (corpo, alma e espírito) foi criado por Deus. Nesse sentido, Deus mais do que ninguém conhece as necessidades humanas.

Em busca de um sentido

Tive minha experiência de Deus aos 13 anos, num Seminário de Vida no Espírito Santo promovido pela Renovação Carismática da minha cidade natal. De lá para cá, posso dizer que minha vida nunca mais foi a mesma. Como ser humano, sofro tudo que qualquer pessoa sofre: tentações, medos, enfermidades, desafios, etc. A diferença está justamente nas respostas que minha experiência de Deus vai me ajudando a dar.

Alguns colocam o sentido da vida em ter a profissão dos sonhos. Outros, em ter uma casa, um carro, casarem, etc. Não sei você, mas eu acho muito frágil transformar uma casa, um carro ou mesmo um casamento no sentido da vida. Essas coisas todas só terão a consistência e a capacidade de proporcionar alguma realização se Deus estiver onde Ele tem que estar: em primeiro lugar. Até porque, sem Deus, começo a enxergar todas essas coisas (casamento, profissão, etc.) de modo errado.

Permitamos que Deus nos ajude a encontrar um sentido santo na profissão, no estado de vida, se somos casados, solteiros, celibatários, etc. Se você tem filhos, ensine-os desde cedo a encontrar um sentido positivo para os sacrifícios que precisam fazer, como acordar cedo para ir ao colégio ou dividir um biscoito com o coleguinha, por exemplo.

Por experiência pessoal e pelo que, como missionário, vejo na vida dos outros, por maior que seja o sofrimento, ele diminui muito seu peso quando vivido com sentido de vida, ou seja, em Deus. Que o Senhor nos ajude a encontrar nEle todo o sentido que precisamos para nossos desafios diários, para que um dia possamos louvá-Lo no céu por toda a eternidade.

0 Comentários
Deixe o seu comentário!

Confira as atualizações dos Blogs!
Notoris - Agência Digital