06/03/2014

Papa destaca Quaresma como tempo forte para conversão

por Jéssica Marçal, com Rádio Vaticano

Santo Padre enfatizou que a Quaresma deve ser vivida como renovação pessoal e comunitária, mediante adesão confiante ao Evangelho

Na catequese desta quarta-feira, 5, Papa Francisco falou sobre o Tempo da Quaresma que a Igreja inicia, hoje, com a Quarta-Feira de Cinzas. Trata-se de um período de preparação para a Páscoa, um tempo, segundo o Pontífice, para a conversão.
Francisco explicou que, neste tempo quaresmal, a Igreja nos convida a duas ações em especial: ter uma consciência mais viva da obra redentora de Cristo e viver com mais empenho o próprio batismo.
Segundo ele, a consciência acerca das maravilhas que o Senhor fez para a salvação do homem dispõe a mente e o coração humano para uma atitude de gratidão a Deus por tudo o que Ele fez. “Quando nós vemos este amor que Deus tem por nós, sentimos vontade de nos aproximar d’Ele, e esta é a conversão”.
Sobre o maior empenho em relação ao próprio batismo, Francisco destacou que isso nos leva também a não nos habituarmos às situações de miséria na qual se encontra as cidades e os países. Segundo ele, o homem se habitua, até mesmo, a viver em uma sociedade em que os pais não ensinam o sinal da cruz aos filhos. Ele questionou, então, sobre a situação das crianças, se já sabem fazer o sinal da cruz, rezar o Pai-Nosso e a Ave-Maria. “Pensem e respondam vocês. Esse costume a comportamentos não cristãos e de comodismo narcotiza o nosso coração!”.
O Pontífice destacou ainda que a Quaresma é um tempo propício para mudarmos a rota, recuperarmos a capacidade de reagir diante da realidade do mal que sempre nos desafia. É um tempo para ser vivido como renovação pessoal e comunitária mediante a aproximação de Deus e a adesão confiante ao Evangelho.
“Deste modo, permite-nos também olhar com olhos novos para os irmãos e as suas necessidades. Por isso, a Quaresma é um momento favorável para nos convertermos ao amor para com Deus e para com o próximo; um amor que saiba fazer propriamente a atitude de gratuidade e de misericórdia do Senhor”.
Por fim, o Papa elencou os elementos essenciais para viver a Quaresma: dar graças a Deus pelo mistério do Seu amor crucificado, ter fé autêntica, converter-se e abrir o coração aos irmãos. Ele encerrou a catequese pedindo a proteção e a ajuda da Virgem Maria para que acompanhe os fiéis nestes dias de intensa oração e penitência.

0 Comentários
Deixe o seu comentário!

Lojinha Boa Semente Faça seu Pedido: (88) 9 9772-3677

Notoris - Agência Digital