08/11/2017

O tempo

por

Dizemos para Deus que não aguentamos mais e desistimos de Seus planos para nós, ou
tomamos atitude de Pedro, que apesar do seu cansaço, se curvou diante de Jesus
dizendo: “Senhor, em atenção à Tua palavra, lançarei as redes”?

Permita que o tempo cure,
permita que o tempo ordene aquilo que está fora do lugar, em pleno desequilíbrio,
causando transtorno e confusão dentro do seu coração.
Ah! Não é fácil esperar! Queremos tudo logo!
Claro, é necessário planejar-se, mas não podemos nos apegar de tal forma aos
nossos projetos de modo que qualquer situação inesperada nos desinstale, nos faça cair na
angústia, como se não houvesse felicidade fora daquele plano que nós mesmos traçamos
com tanto cuidado e nos mínimos detalhes.

São Pedro reafirma na palavra:
“Mas, amados, não ignoreis uma coisa, que um dia para o Senhor é como mil anos, e
mil anos como um dia” (2Pd 3,8).
Isso quer dizer que Deus pode nos surpreender! O nosso sonho, o nosso
projeto pode se realizar no tempo previsto ou não! Deus pode pedir a você que espere um pouco mais, ou que tente mais uma vez, que lance a tua rede novamente. E diante do apelo de Deus que vai ecoando de forma única em cada um de nós,
qual resposta nosso coração está disposto a dar?

Dizemos para Deus que não aguentamos mais e desistimos de Seus planos para nós, ou
tomamos atitude de Pedro, que apesar do seu cansaço, se curvou diante de Jesus
dizendo: “Senhor, em atenção à Tua palavra, lançarei as redes”?
Uma coisa é indiscutível, se nos decidimos pela vontade de Deus, o melhor
caminho, a melhor atitude é aguardar com esperança o “Kairós”, o tempo da graça de
Deus. E até que chegue o Kairós de nossas vidas, o tempo vai nos curando, nos
moldando, nos amadurecendo, retirando de nós todos os excessos que nos impedem de
viver a liberdade de filhos de Deus.

O tempo que esperamos em Deus é fonte de maturidade espiritual e humana
porque nos ensina a acolher um sim, um não ou um “espere”; também nos ensina a viver as
alegrias com gratidão e a suportar as lágrimas com resignação, convictos que,
independente da situação que vivemos, Deus permanece conosco!
Portanto, que possamos viver com amor cada situação que Deus nos permite, pois
dentro de cada uma, existe uma graça superior a qualquer benefício que poderíamos ter
quando optamos por fazer as coisas do nosso jeito. A esperança não decepciona, Deus
não nos decepciona!
Deus te abençoe e Maria te guarde!

Erilene Silva

Missão Fortaleza

Postulante na dimensão de Aliança da Comunidade Mariana Boa Semente

0 Comentários
Deixe o seu comentário!

Lojinha Boa Semente Faça seu Pedido: (88) 9 9772-3677

Notoris - Agência Digital