Artigos

26/04/2020

O processo de luto na criança

Passar a mensagem sem eufemismo. Não dissemos que a pessoa fez uma viagem, virou estrela ou nuvem. Por sermos católicos, também não dissemos que ela foi para o céu. Não há essa certeza. Acreditamos na Esperança da Salvação do vovô, por isso rezamos para que, se ele estiver no purgatório, ele vá para o céu.

O processo de luto na criança

Resolvi partilhar um pouco sobre esse tema: como foi na minha casa, com as crianças, com a recente morte do meu pai. Baseie-me no PodCast maravilhoso que ouvi da Psicóloga Patrícia Ruivo. Entender a consciência plena do que é a morte, que ela precisa ser comunicada. Mesmo que seja um bebê. É preciso que a criança acompanhe o nosso luto, e nós o dela. Que pode se expressar das mais diferentes formas.

Essa comunicação é atenção, amor e compreensão: “O vovô Chico estava bem doentinho e ele morreu”. Ela ficou um pouco pensativa e foi brincar com as primas que tinham chegado. Quando a Luísa, sua prima de 2 anos, acordou e ouviu o nome do vovô Chico, disse: “Vou rezar pro vovô Chico melhorar”. Lúcia repassou a notícia com a mesma naturalidade que recebeu: “Não, Luísa, vovô Chico morreu. Agora, a gente vai rezar para que se ele estiver no purgatório, ele vá pro céu”.

Passar a mensagem sem eufemismo. Não dissemos que a pessoa fez uma viagem, virou estrela ou nuvem. Por sermos católicos, também não dissemos que ela foi para o céu. Não há essa certeza. Acreditamos na Esperança da Salvação do vovô, por isso rezamos para que, se ele estiver no purgatório, ele vá para o céu.

E rezamos todas as noites agora, assim como a Luísa já rezava pela vovó Maroca. Não dizer que Deus levou ou precisava daquela pessoa. Deus é soberano e não precisa de ninguém para fazer a sua obra. Essa fala pode gerar raiva ou aversão a Deus na criança. Se perto da criança não há pessoas em condições de conversar com ela, busque ajuda.

Essa semana minha Lúcia me viu triste, perguntou o que eu tinha e eu disse que estava com saudades do vovô. A gente se abraçou e ela disse que eu podia colocar a cabeça no ombro dela. Chorei!

Karolyne Araújo do Nascimento Silva

Consagrada na dimensão de Aliança da Comunidade Mariana Boa Semente

Missão Quixeramobim (Sede)

3 Comentários
  1. Cynthia Mara disse:

    Lindo testemunho Karol, obrigada por partilhar conosco!
    Que Deus continue abençoando sua família. #sempreunidospelaoração

  2. Mayse Soares de Almeida disse:

    Obrigada Carol pelo lindo testemunho e pela fé e confiança em Deus e por passar de forma suave p sua filha isso.

Deixe o seu comentário!

Confira as atualizações dos Blogs!
Notoris - Agência Digital