01/06/2018

O amor que se cansa, descansa, não desiste

por Lucas Silva

É perceptível no homem de hoje que o fechamento em si mesmo é cada vez maior, o qual é fruto de experiências negativas durante sua vida que permanecem sem respostas, ou que foram postas de lado devido à dificuldade de resolvê-las. No fundo, a solução para estas experiências sempre se inicia pelo perdão, mas o egocentrismo tem […]

É perceptível no homem de hoje que o fechamento em si mesmo é cada vez maior, o qual é fruto de experiências negativas durante sua vida que permanecem sem respostas, ou que foram postas de lado devido à dificuldade de resolvê-las. No fundo, a solução para estas experiências sempre se inicia pelo perdão, mas o egocentrismo tem invadido os corações e mentes, de modo que seja preferível viver remediado do que dar o braço a torcer.

Com a atualização das tecnologias, o homem passa a ‘lidar com as coisas como se fossem pessoas e, com as pessoas como se fossem coisas’. O amor das relações interpessoais é direcionado aos bens tangíveis e intangíveis que a modernidade oferece, simplesmente pelo fato de não ser preciso perdoá-los em caso de insatisfação, pois, podem ser facilmente descartados e adquiridos novamente.

As vozes se calam e falam os dedos, os olhares não se cruzam mais, só leem mensagens. Uma das maiores fontes de cura, que é a relação interpessoal, é jogada no lixo, pois, é mais fácil parcelar uma compra em 12x no cartão de crédito do que dividir a própria vida em vista da felicidade eterna de um terceiro. Os juros destas escolhas são pagos diariamente em vidas vazias e tão frágeis como um touch screen, que na primeira queda podem se despedaçar.

O homem insiste em limitar a liberdade de suas almas à prisões de suas escolhas. É preciso reencontrar a capacidade de reciclagem do amor e das pessoas. O amor que se cansa, descansa, não desiste. O medo de se frustrar impede a primazia do viver e, só é feliz quem vive. Mais feliz é quem aprende que a frustração é necessária para que o amadurecimento aconteça e traga seus frutos de eternidade, não pelo rancor gerado, mas pela força do amor que é capaz de vencê-la.

Lucas Silva

Postulante da Comunidade de Aliança

0 Comentários
Deixe o seu comentário!

Lojinha Boa Semente Faça seu Pedido: (88) 9 9772-3677

Notoris - Agência Digital