16/08/2017

#NoCaminhoDePauloDeTarso: Quem Jesus me chama a ser?

por Tatiane Nogueira Leal

“Nada de palavrões ou conversas tolas, nem de piadas de mau gosto: são coisas inconvenientes; entregai-vos antes, à ação de graças.”

“É pela graça que fostes salvos mediante a fé. E isso não vem de vós: é dom de Deus” (cf. Ef 2,8). O Senhor Jesus chama a todos, judeus e não judeus, “Ele é a nossa paz” (cf. Ef 2,14), “por Ele todos nós temos acesso a Deus, num só espírito” (cf. Ef 2,18). Paulo evangeliza a todos, mas em especial Ele vai aos pagãos, para que conheçam o amor de Cristo. A todos convoca pelo anúncio querigmático a viver na unidade do corpo de Cristo que é a Igreja, passando da antiga à nova aliança, vivendo uma vida inteiramente nova. Como? Como imitadores de Deus! “Nada de palavrões ou conversas tolas, nem de piadas de mau gosto: são coisas inconvenientes; entregai-vos antes, à ação de graças. Pois, ficai bem certos: nenhum libertino ou impuro ou ganancioso, que é um idólatra, tem herança no Reino de Deus” (cf. Ef 5,4-5). “Procedais como Filhos da luz. E o fruto da luz é toda espécie de bondade e justiça e de verdade. Discerni o que agrada ao Senhor e não tomeis parte nas obras estéreis das trevas, mas, pelo contrário, denunciai-as” (cf. Ef 5,9-11). “Procedais não como insensatos, mas como pessoas bem esclarecidas, que bem aproveitam o tempo presente. Não sejais sem juízo, mas procurai discernir qual é a vontade do Senhor. Não vos embriagueis com vinho, mas enchei-vos do Espírito, entoai salmos, cânticos espirituais, ao Senhor sempre e por todas as coisas, de todo o coração” (cf. Ef 5,15-20). Na família, São Paulo aconselha que os maridos amem suas mulheres como amam ao seu próprio corpo. Desse modo, amada por seu marido com total certeza, ela deve se submeter ao esposo, pois, se a ama de tal modo, como a tratará? “Aquele que ama sua esposa está amando a si mesmo” (cf. Ef 5,28b). Pois, como atesta a Palavra, “por isso o homem deixará seu pai e sua mãe e se unirá à sua mulher, e os dois serão uma só carne” (cf. Ef 5,31). Ao final desse capítulo, Paulo define do que se trata essa submissão: é o respeito.

Não há amor que resista à falta de respeito, ambos se alimentam mutuamente, homem e mulher têm necessidade de se respeitarem para viver o projeto de Deus em sadia convivência. Aos filhos, cabe obediência aos pais. Aos pais, compreensão para com os filhos. A quem serve, servir com o coração. A todos, lutar contra o mal, revestir- se da graça de Deus e, com ousadia, anunciar o Evangelho. Ser cristão é, em tudo, buscar a vontade de Deus, buscar fazer o que Jesus faria. O que Jesus faria no meu trabalho, na minha casa, na escola, na faculdade? Que tipo de amigo ele seria no meu lugar, que tipo de profissional, de pai, de mãe, de filho, que tipo de pessoa?

Imitar Jesus, nos diz São Paulo, isso é ser cristão, traduzir no cotidiano as atitudes que sabemos que Ele escolheria. Que o Espírito Santo venha e nos ajude a discernir qual a vontade de Deus no nosso hoje e que o dia de hoje seja todo de Deus, porque, afinal, ontem não existe mais, amanhã não sabemos se virá, só temos, em verdade, o momento presente que, por isso, São Paulo nos ensina a bem viver.

Tatiane Nogueira Leal

Consagrada na dimensão de Aliança da Comunidade Mariana Boa Semente

Missão Quixeramobim (Sede)

0 Comentários
Deixe o seu comentário!

Lojinha Boa Semente Faça seu Pedido: (88) 9 9772-3677

Notoris - Agência Digital