24/04/2017

No caminho de Paulo de Tarso: Paulo, o Santo!

por Tatiane Nogueira Leal

Vamos viajar com Paulo, o Santo. Uma viagem pela estrada do Evangelho, um caminho estreito: o de Jesus. Um caminho definitivo que leva até a plenitude da felicidade.

 

Vamos viajar com Paulo, o Santo. Uma viagem pela estrada do Evangelho, um caminho estreito: o de Jesus. Um caminho definitivo que leva até a plenitude da felicidade. É em função de ter experimentado um pouco do Céu já na terra, ao ter encontrado Jesus pessoalmente e ouvido o chamado dEle, que Paulo, ainda Saulo, muda sua trajetória.

De zeloso cumpridor da Lei se deixa transformar em um ardoroso amigo de Deus, a partir da revelação de Jesus.  Na carta aos Romanos, aponta-nos uma questão  fundamental, nos capítulos de 5 a 8, em que demonstra a Salvação, por meio de Cristo, universal. Em Cristo é que o ser humano é justificado, Ele é a reconciliação com o Pai. NEle o pecado de Adão foi superado, a morte vencida e ao gênero humano foi devolvida a plenitude da vida.

Para quê o homem foi liberto do pecado? Para servir à justiça, não como uma obrigação da Lei, imposta como fardo, mas por consequência da liberdade contida na vida espiritual que conscientiza quanto a tudo que aprisiona e, por isso mesmo, aponta para a verdadeira liberdade. Há um conflito entre  o espírito e  a carne no coração humano: é um fato decorrente do pecado original. No entanto, “o Espírito vem em socorro de nossa fraqueza” (cf. Rm 8,26a). O amor salvífico de Deus manifesta Sua eleição e convoca os Seus  filhos à soberana liberdade contida na salvação. Israel e os pagãos, todos são chamados à salvação. Todos foram salvos pelo Amor crucificado vencedor da morte. Basta, livremente, acolher e viver essa dádiva. Tomar posse da vida cristã é servir à comunidade. Dessa forma, você e eu,  que escolha temos feito no cotidiano? A salvação está sendo acolhida? A quem está sendo ofertado o nosso serviço? Como está sendo anunciada a salvação?  Diz São Paulo: “O Amor seja sincero. Detestai o mal, apegai-vos ao bem. Sede zelosos e diligentes, fervorosos de espírito servindo sempre ao Senhor, alegres na esperança, fortes na tribulação, perseverantes na oração. Mostrai-vos solidários, prossegui firmes na prática da hospitalidade. Abençoai os que vos perseguem” (cf. Rm 12,9-16).

Não é fácil ser cristão, somente quem encontrou o Amor pessoalmente encarnado em Jesus pode se deixar despertar pelo Amor para amar. Assim diz em Cântico dos Cânticos: “Não pertubeis nem façais despertar a amada até que ela o queira” (cf. Ct 8,4). Só poderá amar quem ao Amor encontrou.  O Amor capacita-nos a assumir os deveres cívicos, a vencer as fraquezas, a não julgar o que não é de sua competência e a viver a unidade através da fraternidade.

Paulo,  o santo, tem uma missão específica na evangelização dos pagãos: apresentar Jesus a quem ainda não O havia encontrado. Vida religiosa, sacerdotal, leiga, consagrada? Onde Deus te semeou? Onde Ele te quer? Esse é o terreno em que Ele te capacitará a amar e a espalhar a semente do Amor. O que é essa semente? É uma Boa Semente, a melhor de todas, na verdade, é anunciar com palavras e ações, sem omissões, a pessoa de Jesus Cristo. NEle a verdadeira liberdade! Amar, ser livre, espalhar amor e a liberdade, segundo o que o Amor disse de Si mesmo, não há alegria maior. Tudo o mais é consequência de qual escolha se fez. Que Paulo, o Santo, nos ensine a escolher o melhor caminho e, a exemplo dele, ir até o fim.

Tatiane Nogueira Leal

Consagrada na dimensão de Aliança da Comunidade Mariana Boa Semente

Missão Quixeramobim (Sede)

0 Comentários
Deixe o seu comentário!

Lojinha Boa Semente Faça seu Pedido: (88) 9 9772-3677

Notoris - Agência Digital