02/08/2015

Meu coração pulava de alegria com cada palavra.

por

Chamo- me Liana, sou postulante da Comunidade Mariana Boa Semente e vou contar um pouco da minha experiência vivida no início da caminhada. Em 2009, tive o meu primeiro contato com a comunidade, através do meu namorado, atualmente marido, que já era membro, postulante. Com ele, participava de alguns eventos e no dia a dia […]

Chamo- me Liana, sou postulante da Comunidade Mariana Boa Semente e vou contar um pouco da minha experiência vivida no início da caminhada.

Em 2009, tive o meu primeiro contato com a comunidade, através do meu namorado, atualmente marido, que já era membro, postulante. Com ele, participava de alguns eventos e no dia a dia observava sua vivência. Sempre respeitei e apoiei, mas não me via vivendo daquela forma, com tantas regras e modo de vida. Achava que era exagero, que não precisa de tanta radicalidade. Cheguei a dizer que nunca conseguiria viver da mesma forma que ele em relação às regras.

No decorrer do ano, fui conhecendo algumas pessoas e gostando de participar dos eventos, me sentindo bem à vontade. E foi quando começou a suscitar em meu coração o desejo de conhecer mais a comunidade, de vivenciar mais momentos e entender algumas coisas, que para mim não eram claras.

Em junho de 2010, em um momento muito difícil que minha família enfrentou, comecei a buscar forças e respostas em Deus. Foi quando mesmo ano participei do Seminário de Vida no Espírito Santo, promovido pela Canção Nova. Lá tive um autêntico e íntimo encontro com Cristo. Vivi a melhor experiência da minha vida. Até hoje lembro-me em detalhes de cada momento daquele final de semana tão perfeito.

Após o seminário, comecei a sentir aquela vontade de querer participar do Despertar Vocacional, que seria em agosto. Mas ainda estava em dúvidas, devido à radicalidade da vivência, que me assustava um pouco. Não me via capaz de conseguir viver da forma desejada pela comunidade.

Resolvi participar. E naquele final de semana vivi momentos maravilhosos, em cada oração, cada música, cada pregação. Sentia que Deus me chamava, e me dava um frio na barriga em pensar que poderia ser membro daquela obra tão linda. Eu me perguntava: Será que vou conseguir? Será que sou capaz? Será que vou dar conta?

Em uma das pregações, sobre as regras da comunidade, a cada regra dita e explicada, eu pedia a Deus que se fosse para eu fazer parte da obra, que Ele me capacitasse para viver cada uma, pois o meu humano não via isso como possível. E de acordo com o que era dito, eu ia vendo a importância de cada regra, a necessidade de nós vivermos o que é pedido, pois não é Deus que precisa que vivamos da forma solicitada, mas nós precisamos dessa vivência, para sermos melhores, para sermos mais fortes e perseverantes. A nossa intimidade com Deus é fruto dessa vivência de regras.

Na pregação do Pádua Costa, fundador da comunidade, sobre o carisma, me encantei de cara. Meu coração pulava de alegria com cada palavra. Me vinha um desejo enorme de querer fazer parte daquela família.

Enfim, após o encontro, fiz o plantão com uma irmã, que transbordava alegria em seu sorriso e testemunho, e que me convenceu ainda mais em dizer Sim a este projeto de Deus em minha vida.

E hoje, como membro da comunidade, digo que não é fácil viver o que e pede, mas é preciso, e se nos esforçamos e damos o melhor, Deus cuida de nos ajudar a viver cada regra. Vale a pena cada esforço para fazer essa obra de Deus acontecer.

Sou Boa Semente e sou Feliz!

Liana Almeida Viana Pinéo

Missão Fortaleza

1 Comentário
  1. Maria Samara Leite disse:

    Deus abençoe e Maria proteja sua gravidez. Parabéns! DAMG!

Deixe o seu comentário!

Lojinha Boa Semente Faça seu Pedido: (88) 9 9772-3677

Notoris - Agência Digital