01/01/2017

Maria Mãe de Deus

por António Gomes Pimenta

“Mas ao chegar a plenitude dos tempos, Deus enviou o seu Filho, nascido de uma mulher e sujeito à Lei para pagar a alforria daqueles que também à Lei estão  sujeitos, a fim de que nos seja dado ser filhos adotivos. Filhos, vos bem que sois: Deus enviou aos nossos corações o Espirito do seu […]

“Mas ao chegar a plenitude dos tempos, Deus enviou o seu Filho, nascido de uma mulher e sujeito à Lei para pagar a alforria daqueles que também à Lei estão  sujeitos, a fim de que nos seja dado ser filhos adotivos. Filhos, vos bem que sois: Deus enviou aos nossos corações o Espirito do seu Filho que clama: Abbá –Pai. Portanto, já não és mais escravo, mas Filho; e como Filho, também és herdeiro” ( Gal 4,4-7)

“… Deus envia Seu Filho, nascido de uma Mulher” Quem é essa Mulher? Que deu condição a Deus de alforriar, resgatar e adotar todo gênero humano?

Essa Mulher é Maria, a Mãe de Deus. “Isto é obra de Deus. Maria é a Mãe de Deus uma vez que, por ser obra do Espírito Santo, concebeu no seu seio virginal e deu ao mundo Jesus Cristo, o Filho de Deus consubstancial ao Pai”. (São João Paulo II, Redentoris Mater. n.4)

Nisto crê e não duvida a fé Católica, que Cristo nasceu de Maria e que Maria é Mãe de Deus. Embora ainda haja quem duvide. A minha  fé  católica crê, confessa  e muito se alegra meu coração  por ser Maria MULHER PRIVILEGIADA e DIVINAMENTE PREPARADA para tal FINALIDADE.  Já no início da criação, logo depois da queda de Adão e Eva, DEUS determinou, dirigindo a serpente tentadora:” Porei hostilidade entre ti e a MULHER, entre tua linhagem e a linhagem DELA. ELA te esmagará a cabeça e tu lhe ferirás o calcanhar” (Gn 3,15). E na época dos profetas, Isaías profetiza: “… Eis que uma VIRGEM conceberá  e dará á luz um FILHO e pôr-se-á o nome de EMANUEL.” ( 7, 14 ) . Tanto no Gênesis como em Isaías DEUS se refere à  MÃE DO REDENTOR. O REDENTOR é DEUS, logo MARIA é a MÃE DE DEUS. E para tal finalidade DEUS a ornou com muitos dons. Sendo um desses dons, o de ter sido concebido sem pecado algum. Privilegio único e concedido unicamente a MARIA e nunca mas repetido na história. Assim fez DEUS porque assim era preciso e tudo que Ele faz é sempre  da melhor forma possível.

        MARIA foi favorecida pela TRINDADE. Pela ação do ESPÍRITO SANTO, gerou no seu ventre a humanidade de JESUS, ou seja, a CARNE e o SANGUE de CRISTO. CRISTO É DEUS,” Filho Unigênito de Deus, nascido do Pai antes de todos os séculos. Deus de Deus, luz da luz, Deus verdadeiro de Deus verdadeiro, gerado, não criado, consubstancial ao Pai.” (Santo Atanásio). CRISTO É HOMEM, FILHO de MARIA. No ato de sua ENCARNAÇÃO, no seio puríssimo de MARIA é DEUS, o que sempre foi, e assumiu a nossa natureza, o que nunca tinha feito. Faz agora no ventre de MARIA, nasce HOMEM, “assumiu a condição de servo, tomando a semelhança humana” (Fl 2,7), “… numa carne semelhante a do pecado…” (Rm 8,3cd). CARNE e SANGUE gerado totalmente de MARIA. Por isso que MARIA tinha que ser totalmente livre, isenta de pecado, inclusive do pecado original. Posto que, seu pecado passaria para JESUS, e se JESUS tivesse pecado, JESUS não seria DEUS. E se JESUS não fosse DEUS em vão seria seu sacrifício redentor na cruz. Visto que “é pelo SANGUE deste que temos a redenção, remissão dos pecados” (Ef 1,7).

O pecado original que é comum a todos os homens e mulheres descendentes de Adão e Eva, nunca esteve em MARIA, para nunca alcançar JESUS. MARIA passou pela humanidade sem passar pelo pecado. O pecado está na humanidade mas jamais pesente na Virgem. Impossível pois  “para DEUS, com efeito, nada é impossível” (Lc 1,37). Isto é obra de DEUS. DEUS fez tudo e tudo domina. Criou leis que tudo regem e se assim o quiser ELE  pode agir suspendendo por um tempo as leis que ELE mesmo criou. Se era necessário, DEUS fez, da mesma forma que DEUS agindo em Moisés abriu o mar Vermelho e os Israelitas passaram a pé enxuto e depois volta ao seu curso normal (Ex 14,19-31). Da mesma forma que as águas do Rio Jordão se detiveram diante da Arca da Aliança, até que todo povo passasse e voltou a seu curso normal (Js 3,14-4,18). Assim fez DEUS com MARIA. Assim que o pecado chegou em Sant’Ana, ali se deteve, até que MARIA fosse gestada. Uma vez que foi nascida, o pecado seguiu seu percurso normal e natural.” Rejubila, FILHA DE SIÃO, solta grito de alegria, Israel! Alegra-te e exulta de todo coração, FILHA DE JERUSALÉM! IAWER REVOGOU a TUA sentença, eliminou teu inimigo. IAWER , o rei de Israel, está no meio de ti, um herói que salva! ELE exulta de alegria por tua causa, renovar-te-á por seu amor…” (Sf 3,14-17)” Es toda BELA – diz o ESPIRITO SANTO – minha amada, e não tens UM SÓ DEFEITO” (Ct 4,7)

  Diante de tal necessidade e de tamanha realidade a Igreja no Concilio de Éfeso (431) declara solenemente que MARIA é a “MÃE DE DEUS (no grego: Theotókos)” Trazendo grande alegria para toda cristandade, que já a veneravam como tal: MARIA, MÃE DE DEUS. Na ocasião São Cirilo de Alexandria compôs está linda oração:

“ (…)

 Salve, ó Maria, Mãe de Deus, virgem e mãe, estrela e vaso de eleição!

 Salve, Maria, virgem, mãe e serva: virgem, na verdade, por virtude daquele que nasceu de ti; mãe por virtude daquele que cobriste com panos e nutriste em teu seio; serva, por aquele que amou de servo a forma! Como Rei, quis entrar em tua cidade, em teu seio, e saiu quando lhe aprouve, cerrando para sempre sua porta, porque concebeste sem concurso de varão, e foi divino teu parto.

Salve, Maria, templo onde mora Deus, templo santo, como o chama o profeta Davi, quando diz: “O teu templo é santo e admirável em sua justiça” (Sl 64).

 Salve, Maria, criatura mais preciosa da criação;

 Salve, Maria, puríssima pomba;

 Salve, Maria, lâmpada inextinguível;

Salve, porque de ti nasceu o sol da Justiça!

 Salve, Maria, morada da Ifinitude, que encerraste em teu seio o Deus infinito, o Verbo unigênito, produzindo sem arado e sem semente a espiga incorruptível!

 Salve, Maria, mãe de Deus, aclamada pelos profetas, bendita pelos pastores, quando com os anjos cantaram o sublime hino de Belém: “Glória a Deus nas alturas e paz na terra aos homens de boa vontade” (Lc 2,14).

 Salve, Maria, Mãe de Deus, alegria dos anjos, júbilo dos arcanjos que te glorificam no céu!

 Salve, Maria, Mãe de Deus: por ti adoraram a Cristo os Magos guiados pela estrela do Oriente;

 Salve, Maria, Mãe de Deus, honra dos apóstolos!

Salve, Maria, Mãe de Deus, por quem João Batista, ainda no seio de sua mãe exultou de alegria, adorando como luzeiro a perene luz!

 Salve, Maria, Mãe de Deus, que trouxeste ao mundo graça inefável, da qual diz são Paulo: “apareceu a todos os homens a graça de Deus salvador” (Tt 2,1).

Salve, Maria, Mãe de Deus, que fizeste brilhar no mundo aquele que é luz verdadeira, a nosso Senhor Jesus Cristo, que diz em seu Evangelho: “eu sou a luz do mundo!” (Jo 8,12).

 Deus te salve, Mãe de Deus, que iluminaste aos que estavam em trevas e sombras de morte; porque o povo que jazia nas trevas viu uma grande luz (Is 9, 2), uma luz não outra senão Jesus Cristo nosso Senhor, luz verdadeira que ilumina todo homem que vem a este mundo (Jo 1,9).

Salve, Maria, Mãe de Deus, por quem se apregoa nos Evangelhos: “bendito o que vem em nome do Senhor!” (Mt 21,9), por quem se encheram de igrejas nossas cidades, campos e vilas ortodoxas!

 Salve, Maria, Mãe de Deus, por quem veio ao mundo o vencedor da morte e o destruidor do inferno!

Salve, Maria, Mãe de Deus, por quem veio ao mundo o autor da criação e o restaurador das criaturas, o Rei dos céus!

Salve, Maria, Mãe de Deus, por quem floresceu e refulgiu o brilho da ressurreição!

 Salve, Maria, Mãe de Deus, por quem luziu o sublime batismo de santidade no Jordão!

 Salve, Maria, Mãe de Deus, por quem o Jordão e o Batista foram santificados e o demônio foi destronado!

Salve, Maria, Mãe de Deus, por quem é salvo todo espírito fiel! Salve, Maria, Mãe de Deus, – pois acalmaste e serenaste os mares para que pudessem nossos irmãos cooperadores e pais e defensores da fé, serem conduzidos, com alegria e júbilo espiritual, a esta assembleia de entusiásticos defensores de tua honra! “

Ó MARIA, CONCEBIDA SEM PECADO ORIGINAL! Rogai por nós!

 SANTA MÃE DE DEUS! Rogai por nós!

António Gomes Pimenta

0 Comentários
Deixe o seu comentário!

Lojinha Boa Semente Faça seu Pedido: (88) 9 9772-3677

Notoris - Agência Digital