19/03/2016

Frei Patrício Sciadini: São José me puxou as orelhas

por

Estamos na novena de São José. É o santo do meu coração, a ele recorro nos momentos de alegria e de tristezas da minha vida, nas coisas fáceis para agradecer e nas coisas difíceis para pedir ajuda; na solidão e na vida de todos os dias. Alguém pode pensar que esqueci da sua festa que […]

Estamos na novena de São José. É o santo do meu coração, a ele recorro nos momentos de alegria e de tristezas da minha vida, nas coisas fáceis para agradecer e nas coisas difíceis para pedir ajuda; na solidão e na vida de todos os dias. Alguém pode pensar que esqueci da sua festa que se aproxima, nada disso! Aliás é necessário intensificar as nossas orações a este “justo e santo” que Deus, no seu amor, escolheu como defensor da família num momento em que a família parece ameaçadas por tantos HERODES de todos os lados. E quem sabe Deus vai dizer a todos os pais “José, toma Maria tua esposa e o menino Jesus e parte” vai ao Egito, vai em lugar seguro, defende tua família de todos os perigos que tentam destruí-la.

O único tesouro que temos na vida é a família e devemos ter um grande amor, devemos fazer todo o possível para que família seja conservada na sua bondade, na sua beleza. A família é uma flor preciosa que deve ser protegida por todos os lados e de todos os lados. Ninguém nem nada pode subsistir a família. Quem deve defender a família? Não é o estado, não são os outros, mas a própria família deve aprender a se autodefender. Três são os meios para defender a família e toda a comunidade:
– o amor: só através do amor se pode crescer e viver bem juntos
– o perdão: viver juntos quer dizer errar e se arrepender, e necessitamos do perdão que é o amor que recomeça
– a alegria de viver juntos: não podemos ser feliz sozinhos
Estas três coisas: amor, perdão alegria são a forca da família e Deus é sempre amor perdão e alegria. Rezemos para São José, caminhemos com ele, com Maria e com Jesus na vida e na morte. Santa Teresa de Ávila dizia que queria colocar no centro da comunidade Jesus, em uma porta São José e na outra a Virgem Maria e tudo daria certo. Façamos isto na família: no centro da família Jesus, numa porta São José e na outra porta e janela a Virgem Maria e aí o diabo não terá como entrar.
Rezem por mim, sejamos felizes.
Que Santa Teresinha nos envie do céu uma chuva de rosas e bençãos.

Frei Patrício Sciadini, ocd.

0 Comentários
Deixe o seu comentário!

Lojinha Boa Semente Faça seu Pedido: (88) 9 9772-3677

Notoris - Agência Digital