Artigos

04/04/2019

Como conduzir e praticar a oração em família

A oração é um diálogo entre Deus e o homem e supõe uma relação de afeto e intimidade. Um relacionamento cresce à medida que as pessoas nele se revelam e se dão a conhecer um ao outro. Na família, não é diferente. A oração acontece como parte da relação que se desenvolve dentro do lar. […]

A oração é um diálogo entre Deus e o homem e supõe uma relação de afeto e intimidade. Um relacionamento cresce à medida que as pessoas nele se revelam e se dão a conhecer um ao outro. Na família, não é diferente. A oração acontece como parte da relação que se desenvolve dentro do lar.

Os primeiros mestres da oração em família são os pais. Na medida em que vivem a oração com tranquilidade, amor, alegria e boa vontade, despertam também nos filhos o desejo pela oração. A oração acontece dentro de casa, como liturgia própria da Igreja doméstica, de modo simples, em ritmo próprio, que se adequa a cada realidade familiar, de acordo com os horários possíveis à oração.

“Como iniciar a oração em casa?” você pode se perguntar. Inicialmente é necessário e fundamental que os pais tenham uma firme vida de oração. Ao iniciar o dia, começar entregando ao Senhor tudo o que acontecerá, com o sinal da cruz, consagrando à Trindade Santa todo o apostolado (serviço) daquele dia. Alimentar-se da Palavra de Deus, por meio da liturgia diária, é uma forma eficaz de iniciar o dia percebendo de Deus os conselhos e orientações para melhor atravessar o dia, colher as promessas e fazer propósitos para crescer na graça de Deus. Antes de cada refeição, rezar em agradecimento pela Divina Providência. No decorrer do dia em tudo ser grato a Deus. Como diz São Paulo, que tudo seja pra glória de Deus.

A oração de louvor enche o coração de alegria, liberta da tristeza e das preocupações. Diz a Palavra de Deus: “não se perturbe o vosso coração”. Sim, a família atravessa tribulações, doenças, dívidas, desentendimentos… São coisas decorrentes que fazem parte da vida humana. A família cristã, não é diferente. Atravessa isso através da oração de súplica pedindo por si mesma e da oração de intercessão quando um membro vai rezando pelo outro. Sobretudo aos pais é dado não só a missão, mas a autoridade e o poder sobre os filhos para abençoar ao acordar, ao sair, ao dormir. Os pais tem o poder dado por Deus, pois são co-criadores com Ele. Ao invés de levar às benzedeiras e rezadoras como ensina a cultura popular, aos pais cabe impor as mãos sobre seus filhos e invocar a especial benção de Deus nas mais diversas circunstâncias.

Ocasião de grande graça é unir-se à Mãe de Deus através do santo terço. Este, quando rezado em família, tem uma especial benção, pois a família que reza unida permanece unida. O terço pode ser rezado de acordo com o horário mais conveniente a estar reunidos e atentos. Como também o terço pode ser incluído junto ao serviço interno da casa, assim a oração vai permeando todo o procedimento de cuidado e manutenção e vai abençoando os espaços. De modo prático, a família pode rezar o terço enquanto juntos preparam as refeições ou ao lavar a louça depois das refeições, cuidando juntos das plantas da casa, lavando as roupas, pondo e tirando do varal, fazendo a limpeza da casa de um modo geral. Ainda de modo especial, a família pode rezar o terço caminhando, se exercitando, cuidando da saúde ou em viagens.

A vida de oração em família significa incluir Deus no cotidiano de modo prático e concreto. A mais perfeita forma de oração a ser exercitada é a santa missa, pois esta é completa, já que contém todos os tipos de oração: benção, adoração, louvor, ação de graças, intercessão e súplica. Na medida em que os pais participam da missa e ensinam assim essa experiência aos filhos, mostram-lhes o valor e o sentido, de acordo com sua faixa etária. Ao final do dia, a família pode concluir com um louvor às graças recebidas, renovando os propósitos, avaliando diante de Deus como crescer no Amor a Deus e aos irmãos. Isso é orar sem cessar, viver em estado de oração, como ensina São Paulo.

A vida de oração familiar só acontece se for uma prioridade de seus membros, pois é o que potencializa os vínculos de afeto, respeito e compromisso. É um antídoto para a sociedade utilitarista, egocêntrica e imediatista que assistimos perecer a cada dia. Como disse Santa Tereza de Calcutá: “você quer mudar o mundo? Vá pra casa e ame sua família”. Parafraseando-a eu digo a você, quer mudar o mundo decadente e promíscuo? Vá pra casa e viva em oração com sua família! Não perca tempo, com Deus tem jeito. Não importa o tamanho do problema, não desista! Combata-o pelo poder da oração, alcance em Deus a vitória.

Deus lhes abençoe e Maria lhes guarde!

Tatiane Nogueira Leal

Consagrada na Dimensão de Aliança da Comunidade Mariana Boa Semente

Missão Quixeramobim (Sede)

0 Comentários
Deixe o seu comentário!

Confira as atualizações dos Blogs!
Notoris - Agência Digital