31/07/2015

ALEGRIA

por Durval Viana Postulante na dimensão de aliança da Comunidade Mariana Boa Semente

“Pelo seu sangue, temos a Redenção, a remissão dos pecados. Nós que desde o começo voltamos nossas esperanças para Cristo”.

A nossa alegria não é somente fruto de dias de tranquilidade e situações que favorecem nossos planos, pelo contrário, ela nasce da adversidade que há entre o meu eu e o querer de dAquele que me criou para a Alegria que não passa e que se fundamenta na Obediência Radical ao Seu projeto e, acima de tudo, no rompimento com nossos esquemas humanos, num desejo de realizar por Amor e no Amor o sonho de Deus em nós e no mundo. Podemos parecer loucos quando dizemos que nossa Alegria perfeita nasce da Cruz! Sim, nossa alegria plena só nascerá e só terá sentido se brotar de onde veio nossa Salvação, numa conformidade com o desejo de Deus, percebendo naquilo que parece uma luta vã o único caminho de Ressurreição. E nos tornamos loucos sim! Quando na nossa caminhada caímos na tentação de ir dando o nosso jeitinho, e fazendo combinações daquilo que é de Deus, com aquilo que é do maligno. Só da Cruz brota nossa Alegria, a Alegria que não passa quando nós estamos a sós, a Alegria que não é fruto de festinhas, nem de exterioridades; mas sim do Grande Banquete que se renova diariamente no Sacrifício da Santa Missa, sendo que, a partir de lá, podemos ser lançados no campo do mundo a semear a Boa Semente como Filhos do Reino.

“Pelo seu sangue, temos a Redenção, a remissão dos pecados. Nós que desde o começo voltamos nossas esperanças para Cristo”. (cf. Ef 1,7b.12b)

Antonio Durval Viana Filho

Seminarista da Diocese de Quixadá

Postulante na dimensão de aliança da Comunidade Mariana Boa Semente

0 Comentários
Deixe o seu comentário!

Lojinha Boa Semente Faça seu Pedido: (88) 9 9772-3677

Notoris - Agência Digital