14/02/2016

A Matemática de Jesus

por Denise Landim

Os números, as somas e as quantidades tendem a esconder a grandeza da unicidade da pessoa humana quando estatísticas e metas valem mais do que seres. Ser um só já é suficientemente relevante. Por uma pessoa só o Amor morreu na cruz, por uma pessoa só! Não se pode calcular o valor de uma alma, […]

Os números, as somas e as quantidades tendem a esconder a grandeza da unicidade da pessoa humana quando estatísticas e metas valem mais do que seres. Ser um só já é suficientemente relevante. Por uma pessoa só o Amor morreu na cruz, por uma pessoa só! Não se pode calcular o valor de uma alma, o preço de uma vida, o fascinante segredo de um só coração. O homem pode almejar alcançar multidões, mas seu maior desejo é de ser único para quem ele decidiu amar. O homem pode estar rodeado de numerosas pessoas, mas em seu íntimo, deseja a companhia de quem o ama de verdade.

Uma só pessoa é capaz de ser imagem e semelhança de Deus, uma só pessoa pode justificar o espanto e o assombro que se tem quando se conhece o Bom, o Belo e o Justo. Uma só pessoa pode apresentar o Eterno. Um só amigo já muda o seu mundo inteiro. Uma só mãe já ensina o amor. Um só pai já protege toda uma família. Uma só mulher já humaniza o homem. Um sim só já salvou a humanidade. Por isso, a missão, por maior que seja, vale a pena por uma só alma que aprende a amar a Deus. Que os números nunca ofusquem o que não se pode somar, que o quantitativo dê lugar ao qualitativo, que as metas sejam mais humanas e que o cristão aprenda a matemática de Jesus que deixou noventa e nove por uma só….

Denise Landim
Fonte: As Margaridas do Inverno

0 Comentários
Deixe o seu comentário!

Lojinha Boa Semente Faça seu Pedido: (88) 9 9772-3677

Notoris - Agência Digital