Artigos

03/09/2014

A fortaleza de João Batista

O Senhor pede-nos também essa fortaleza e coerência, para que saibamos dar na vida diária um testemunho simples por meio do nosso exemplo e da nossa palavra, sem medo e com o espírito Joanino.

DIOCESE DE IGUATU – CE

PARÓQUIA SÃO JOÃO BATISTA

R. Senador João Tomé, 160 – Centro – Cedro

CE – CEP: 63400-000 – Fone: (88) 9618-6688

 29 de agosto Martírio de São João Batista

– A fortaleza de João

– O seu martírio

 

            São João é o único santo de quem a Igreja comemora o nascimento e a morte. Com seu exemplo cheio de fortaleza, o precursor ensina-nos a cumprir, a pesar de todos os obstáculos, a missão que cada um recebeu de Deus.

            No dia 24 de junho, a Igreja celebrou o nascimento de São João Batista; e de modo particular a paróquia de Cedro que o tem como padroeiro (patrono). E agora também nos preparamos para o segundo momento celebrativo na comunidade paroquial que é o tríduo em memória ao bem aventurado mártir São João Batista.

            São João pregava a todos; à multidão do povo, ao publicanos, aos soldados, aos fariseus e ao próprio rei Herodes (cf. Lc 3, 10-14)

            Com o seu exemplo humilde, integro e austero, João dizia a Herodes: ‘Não é lícito ter a mulher do teu irmão (cf. Mc 6,18). E não temeu os grandes e poderosos, nem se importou com as consequências das suas palavras.

            São Marcos relata-nos que Herodes mandara prender João, e mantinha-o em ferros no cárcere por causa de Herodíades, mulher de Felipe, seu irmão, que ele tinha tomado ilicitamente por mulher. (cf. Mc 6,17)

            Herodíades odiava João porque este reprovava essa união ilegítima e o escândalo que causava entre o povo; por isso procurava ocasião de mata-lo. Mas Herodes temia João, sabendo que era homem justo e santo; e defendia-o e o seu conselho fazia muitas coisas, e o ouvia-o com gosto.

            A ocasião apresentou-se quando o rei ofereceu no dia do seu aniversário um banquete a que foram convidados os principais da região. A filha de Herodíades dançou diante dos presentes e agradou a Herodes. Então o rei respondeu-lhe: pede-me o que quiseres e eu  te darei: E jurou-lhe: dar-te-ei tudo o que me pedires ainda que seja metade do meu reino. Por pedido de sua mãe, a jovem pediu-lhe a cabeça de João Batista.

            O rei entristeceu-se, mas por causa do juramento e dos que com ele estavam à mesa, não quis desgostá-la. Executada a ordem, os discípulos do Batista recolheram o corpo e deram-lhe a sepultura. Muitos deles, com toda a certeza, seriam mais tarde fiéis seguidores de Cristo. João deu-se inteiramente a Cristo.

            O Senhor pede-nos também essa fortaleza e coerência, para que saibamos dar na vida diária um testemunho simples por meio do nosso exemplo e da nossa palavra, sem medo e com o espírito Joanino.

            E se alguma vez se tornar mais difícil caminharmos ao lado de Cristo, recorreremos a Nossa Senhora, auxílio dos Cristãos, para alcançarmos refúgio e amparo.

 

São João Batista! Rogai por nós.

 

Pe. Francisco Erasmo Bezerra de Almeida

Pároco da paroquia de São João Batista  Cedro-CE

0 Comentários
Deixe o seu comentário!

Confira as atualizações dos Blogs!
Notoris - Agência Digital