Artigos

02/10/2020

A Devoção a Nossa Senhora Imaculada Rainha do Sertão

E não seria também Maria aquela que insiste conosco, mesmo quando tudo é rocha, seca, aridez no nosso coração, e teimamos em ficar longe da Água Viva de seu Filho? Foi vontade dela construir uma morada em meio à secura, e isso deve ser para mim e para você PROFECIA.

 

É muito provável que, caso você não conheça o sertão central cearense, também não tenha ouvido falar sobre Nossa Senhora Rainha do Sertão. Esse título de Nossa Senhora nasceu junto a um santuário construído em cima de um monólito na cidade de Quixadá, no Ceará.

O bispo emérito de Quixadá, Dom Adélio Tomasin, nunca havia pensado em construir um santuário. No entanto, no ano de 1988, após receber a eucaristia numa celebração do dia de Nossa Senhora do Carmo, repentinamente veio a sua mente a frase: “Por que tu não pensaste em construir uma casa para minha Mãe?” E viu o santuário entre os monólitos que dominavam o sertão Quixadaense. No dia seguinte, foi para a frente da Catedral e avistou pela primeira vez o Monte Urucum. No outro dia, foi em direção ao morro, ficou sabendo de quem era a parte mais alta, e foi ainda em outro dia, encontrando-se coincidentemente com o proprietário chamado “Chico”, que passava por ele numa carroça. Após ouvir a proposta do bispo sobre a compra do terreno, aceitou prontamente, respondendo que havia mais de um ano que queria vender, mas não achava comprador. Dias depois, Pe Orlando, à época administrador da diocese, e Dom Adélio subiram em escalada no meio do mato com uma imagem de Nossa Senhora tirada da casa do bispo. Colocaram-na em meio a blocos de granito que encontraram e rezaram três Ave Marias, entregando toda esperança do projeto que ali se iniciava.

A história dessa construção nos diz da vontade de Cristo e de sua Mãe de estar no meio do Sertão Cearense: num lugar árido, rochoso, e, ao mesmo tempo, de uma força invisível. Força que permanece oculta nos longos meses de seca, mas que floresce nas primeiras gotas caídas na vegetação.

E não seria também Maria aquela que insiste conosco, mesmo quando tudo é rocha, seca, aridez no nosso coração, e teimamos em ficar longe da Água Viva de seu Filho? Foi vontade dela construir uma morada em meio à secura, e isso deve ser para mim e para você PROFECIA.

A alegria do sertão é a chuva; de semelhante modo, a resposta para a pedra do nosso coração, mesmo que ele seja um monólito bem grande, é nos aproximar de Maria, porque assim ela quis.

Que Nossa Senhora Rainha do Sertão interceda a Cristo por nós.

Karyne Araújo Santiago

Postulante na dimensão de Aliança da Comunidade Mariana Boa Semente

Missão Juazeiro do Norte

1 Comentário
  1. Mayse Soares de Almeida disse:

    Nunca tinha pensado na Rainha do Sertão dessa forma.Agradeço imensamente por essas palavras de crescimento e profecia p mim e muitos.Deus te abençoe e Maria te guarde Karyne

Deixe o seu comentário!

Confira as atualizações dos Blogs!
Notoris - Agência Digital