09/11/2015

4 maneiras de saber se o amor está dando certo

por Fonte: Aleteia

Você já ouviu falar dos dons do casamento? Descubra como eles podem surgir e crescer desde a etapa do namoro Quando o amor é verdadeiro, não passageiro, quando esse amor é de Deus realmente, ele traz consigo 4 extraordinários dons: elevação, irradiação, paternidade e cura. Quem fala sobre estes dons é o Pe. Pablo José […]

Você já ouviu falar dos dons do casamento? Descubra como eles podem surgir e crescer desde a etapa do namoro

Quando o amor é verdadeiro, não passageiro, quando esse amor é de Deus realmente, ele traz consigo 4 extraordinários dons: elevação, irradiação, paternidade e cura. Quem fala sobre estes dons é o Pe. Pablo José Fuentes, em seu livro “Os quatro dons do amor matrimonial”.

São Tomás de Aquino chama estes dons de “graças do sacramento”. Mas desde o namoro estes dons já podem ir surgindo e ser cultivados (e se não surgem, talvez seja porque esse amor ainda não é tão forte). Quando estes dons estão presentes, é sinal de que a graça da elevação já está agindo, e esta é uma prova de que um amor é de Deus.

Elevação

Este dom significa que um cresce com o que há de bom no outro. Entre pais e filhos, por exemplo, os filhos aprendem dos seus pais e estes, dos seus filhos. No casal, isso é ainda mais forte.

No namoro, cada um precisa observar se o outro o ajuda a crescer e ser uma pessoa melhor. Se, ao contrário, eu me vejo escravizado, cada vez menos livre, e ao invés de crescer, sinto que estou diminuindo, perdendo amigos e liberdade, é sinal de falta deste dom da elevação.

Irradiação

Quando o amor é verdadeiro, as pessoas ao redor percebem isso, percebem do rosto do casal, veem que algo mudou neles. O amor se irradia ao redor. Em um casamento, esse amor chega aos filhos, mas também aos amigos, colegas etc.

O amor não se irradia somente no namoro, na fase em que ambos estão perdidamente apaixonados. Essa irradiação continua no casamento, e para os filhos, é o melhor alimento que existe.

Paternidade

É o dom de colaborar na criação de outro ser que tem vida eterna. Deus, podendo fazer tudo sozinho, quis contar com um homem e uma mulher para dar a vida.

E o dom da paternidade também pode começar a ser cultivado no namoro, com as conversas sobre os filhos, sobre ser pai e ser mãe. O amor é doador de vida. E essa paternidade/maternidade podem começar a ser exercidos de forma espiritual, entre os amigos, no apostolado etc., assim como a paternidade espiritual dos padres com seus paroquianos.

Cura

O amor autêntico vai nos curando e restaurando o coração. O cônjuge, por amor, tem poder de cura. Por exemplo, quando um casal briga, ele perde 20 pontos, mas quando cada um sabe perdoar, a reconciliação soma 200 pontos, muito mais.

Quando, no namoro, o casal não é capaz de conversar sobre todos os temas, para não falar nem discutir, talvez seja porque não sabem pedir perdão um ao outro, e então ainda não existe o dom da cura.

Fonte: Aleteia

0 Comentários
Deixe o seu comentário!

Lojinha Boa Semente Faça seu Pedido: (88) 9 9772-3677

Notoris - Agência Digital