Artigos

21/06/2020

1° TRÍDUO DE SÃO JOÃO BATISTA (Domingo – 21/06/20)

1 – SINAL DA CRUZ 2 – ORAÇÃO AO ESPÍRITO SANTO RESPIRA EM MIM. De Santo Agostinho “Ó Espírito Santo, para que todos os meus pensamentos possam ser santos. Agi em mim. Ó Espírito Santo, para que meu trabalho também possa ser santo. Aproximai-vos do meu coração. Ó Espírito Santo, para que eu só ame […]

1 – SINAL DA CRUZ

2 – ORAÇÃO AO ESPÍRITO SANTO

RESPIRA EM MIM.

De Santo Agostinho

“Ó Espírito Santo,

para que todos os meus pensamentos

possam ser santos.

Agi em mim.

Ó Espírito Santo,

para que meu trabalho

também possa ser santo.

Aproximai-vos do meu coração.

Ó Espírito Santo,

para que eu só ame

o que for santo.

Fortalecei-me,

Ó Espírito Santo,

para que eu defenda

tudo o que for santo.

Guardai-me, pois,

Ó Espírito Santo,

para que eu sempre

possa ser santo”.

Amém.

3 – ORAÇÃO INICIAL

“Ó Deus, que suscitastes São João Batista, a fim de preparar para o Senhor um povo perfeito, concedei à vossa Igreja as alegrias espirituais e dirigi nossos passos no caminho da salvação e da paz. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém”.

4 – INTENÇÕES

(Comunitárias e pessoais)

5 – MEDITAÇÃO DOS SANTOS

“Este é aquele de quem falou o profeta Isaías, quando disse: Uma voz clama no deserto: ‘Preparai o caminho do Senhor, endireitai as suas veredas’ “(Mt 3,3).

 

Dos Sermões de Santo Agostinho, bispo

(Sermão 293,1-3: PL 38,1327-1328)        (Séc.V)

Voz do que clama no deserto

A Igreja celebra o nascimento de João como um acontecimento sagrado. Dentre os nossos antepassados, não há nenhum cujo nascimento seja celebrado solenemente. Celebramos o de João, celebramos também o de Cristo: tal fato tem, sem dúvida, uma explicação. E se não a soubermos dar tão bem, como exige a importância desta solenidade, pelo menos meditemos nela mais frutuosa e profundamente. João nasce de uma anciã estéril; Cristo nasce de uma jovem virgem.

O pai de João não acredita que ele possa nascer e fica mudo; Maria acredita, e Cristo é concebido pela fé. Eis o assunto que quisemos meditar e prometemos tratar. E se não formos capazes de perscrutar toda a profundeza de tão grande mistério, por falta de aptidão ou de tempo, aquele que fala dentro de vós, mesmo em nossa ausência, vos ensinará melhor. Nele pensais com amor filial, a ele recebestes no coração, dele vos tornastes templos.

João apareceu, pois, como ponto de encontro entre os dois Testamentos, o antigo e o novo. O próprio Senhor o chama de limite quando diz: A lei e os profetas até João Batista (Lc 16,16). Ele representa o antigo e anuncia o novo. Porque representa o Antigo Testamento, nasce de pais idosos; porque anuncia o Novo Testamento, é declarado profeta ainda estando nas entranhas da mãe. Na verdade, antes mesmo de nascer, exultou de alegria no ventre materno, à chegada de Maria. Antes de nascer, já é designado; revela-se de quem seria o precursor, antes de ser visto por ele. Tudo isto são coisas divinas, que ultrapassam a limitação humana. Por fim, nasce. Recebe o nome e solta-se a língua do pai. Relacionemos o acontecido com o simbolismo de todos estes fatos.

Zacarias emudece e perde a voz até o nascimento de João, o precursor do Senhor; só então recupera a voz. Que significa o silêncio de Zacarias? Não seria o sentido da profecia que, antes da pregação de Cristo, estava, de certo modo, velado, oculto, fechado? Mas com a vinda daquele a quem elas se referiam, tudo se abre e torna-se claro. O fato de Zacarias recuperar a voz no nascimento de João tem o mesmo significado que o rasgar-se o véu do templo, quando Cristo morreu na cruz. Se João se anunciasse a si mesmo, Zacarias não abriria a boca. Solta-se a língua, porque nasce aquele que é a voz. Com efeito, quando João já anunciava o Senhor, perguntaram-lhe: Quem és tu? (Jo 1,19). E ele respondeu: Eu sou a voz do que clama no deserto (Jo 1,23). João é a voz; o Senhor, porém, no princípio era a Palavra (Jo 1,1). João é a voz no tempo; Cristo é, desde o princípio, a Palavra eterna.

6 – MEDITAÇÃO

(Pessoal)

7 – IMPORTÂNCIA DE SÃO JOÃO BATISTA

São João Batista foi muito mais radical na sua pregação do que o próprio Jesus e seus Discípulos. Enquanto Jesus pregava a tolerância com todos “os homens de boa vontade”. O cristianismo aos poucos foi se afastando do judaísmo. Já João Batista era mais radical. Mandava cortar o mal pela raiz e pregava pois, ao povo que vinha para ser batizado por ele: “Raça de víboras! Quem vos ensinou a fugir da ira iminente? Fazei, pois, uma conversão realmente frutuosa e não comeceis a dizer: Temos Abraão por pai. Pois vos digo: Deus tem poder para destas pedras suscitar filhos a Abraão. O machado já está posto à raiz das árvores. E toda árvore que não der fruto bom será cortada e lançada ao fogo”(Lucas 3,7-9). Muito eram os que vinham a ele. A ponto de Flávio Josefo, historiador judeu, do século I, na sua obra “Antiguidade judaica” relata que o povo se reunia em grande número para ouvir João Baptista, e Herodes temeu que João pudesse liderar uma rebelião, mandando-o prender na prisão de Maqueronte e matando-o em seguida. Flávio Josefo também relacionou a derrota do exercito de Herodes frente a Aretas IV, rei da Nabateia, com a prisão e morte de João Baptista – um homem consagrado, que pregava a purificação pelo Batismo. Viu como uma punição de Deus pela morte de inocente.

8 – LADAINHA

Senhor, tende piedade de nós!

Cristo, tende piedade de nós!

Senhor, tende piedade de nós!

Jesus Cristo, ouvi – nos!

Jesus Cristo, atendei – nos!

Deus Pai, Todo Poderoso, tende piedade de nós!

Jesus Cristo, Filho Unigênito, tende piedade de nós!

Espírito Santo, Fonte de luz, tende piedade de nós!

São João Batista – Rogai por nós!

Nosso glorioso padroeiro – Rogai por nós!

Anunciado pelo anjo Gabriel – Rogai por nós!

Purificado do pecado – Rogai por nós!

Consagrado desde antes do nascimento – Rogai por nós!

Cujo nascimento foi causa de alegria – Rogai por nós!

Repleto do Espírito Santo – Rogai por nós!

Maior entre os nascidos de mulher – Rogai por nós!

Precursor do Salvador – Rogai por nós!

Preparador dos caminhos do Senhor – Rogai por nós!

Voz que clama no deserto – Rogai por nós!

Indicador do Cordeiro de Deus – Rogai por nós!

Profeta do Altíssimo – Rogai por nós!

Profeta das Nações – Rogai por nós!

Profeta da Justiça – Rogai por nós!

Eras mais que um profeta – Rogai por nós!

Testemunho da Luz – Rogai por nós!

Testemunho da Verdade – Rogai por nós!

Amante da penitência – Rogai por nós!

Indigno de desatar-lhe as sandálias – Rogai por nós!

Anunciador do batismo definitivo – Rogai por nós!

Batizador do próprio Autor do  batismo – Rogai por nós!

Defensor da família e do matrimônio – Rogai por nós!

Santo mártir da justiça e da verdade – Rogai por nós!

Cordeiro de Deus que tirais o pecado do mundo, perdoai-nos Senhor.

Cordeiro de Deus que tirais o pecado do mundo, ouvi-nos Senhor.

Cordeiro de Deus que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós.

Oremos:

Ó Deus, que suscitastes São João Batista, a fim de preparar para o Senhor um povo perfeito, concedei à vossa Igreja as alegrias espirituais e dirigi nossos passos no caminho da salvação e da paz. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Amém.

9 – ORAÇÃO FINAL

“Rendo graças a Deus por tamanhos favores dispensados a São João Batista; Alegra-te com ele, elege-o teu protetor especial, e toma a resolução de recorrer sempre a sua poderosa intercessão, a fim de que tu também seja digno das misericórdias divinas” (Santo Afonso Maria de Ligório).

São João Batista, rogai por nós.


Antônio Gomes

Formador (Consagrado na dimensão de Aliança) da Comunidade Mariana Boa Semente

Missão Quixeramobim (Sede)

Fontes utilizadas:

– Liturgia da Missa (folheto) – versão online

– Liturgia das Horas – versão online

– Bíblia Ave Maria – versão online

– livro: Meditações, de Santo Afonso de Ligório – Tomo II

– Wikipédia

0 Comentários
Deixe o seu comentário!

Confira as atualizações dos Blogs!
Notoris - Agência Digital